Nota Técnica de Custos de Desenvolvimento da Produção de Petróleo e Gás Natural

O cenário das atividades de exploração e produção (E&P) no Brasil vem se diversificando ultimamente com a opção das majors por focar em ativos de classe mundial enquanto pequenas e médias empresas assumem cada vez mais ativos que não vinham sendo desenvolvidos ou não recebiam investimentos nos últimos anos.

Existe, hoje, um total de 440 campos de produção e 246 blocos exploratórios contratados, além de mais de 1000 blocos e campos selecionados para a oferta permanente. Estas áreas estão localizadas em diferentes ambientes e possuem variadas expectativas volumétricas e razões gás-óleo. Essa variedade de projetos enfrenta desafios distintos no desenvolvimento da produção e disponibilização de petróleo e gás natural, relacionados às suas características.

Neste contexto, a fim de subsidiar estudos da EPE relativos ao planejamento da indústria de petróleo e gás natural, torna-se necessário construir e manter atualizadas bases de dados com informações de custos e análise de viabilidade para os diferentes projetos.

Sendo assim, buscou-se selecionar um grupo de projetos que representasse essa diversidade de características para estudar os investimentos necessários para o seu desenvolvimento (CAPEX). O objetivo foi obter uma lista de projetos típicos com suas respectivas estimativas de CAPEX em US$/boe.

O trabalho foi dividido em oito seções. Além desta primeira, introdutória, a segunda discorre sobre as premissas e a metodologia adotada na seleção de projetos típicos e nas estimativas de CAPEX. A terceira seção apresenta a análise de três projetos onshore. A quarta e a quinta apresentam três projetos offshore no Pré-sal e seis projetos offshore no Pós-sal, respectivamente. A sexta seção apresenta e discute os resultados obtidos. Finalmente, na sétima seção encontram-se as conclusões do estudo e na oitava, a bibliografia utilizada.