Simulador para Avaliação de Viabilidade de Ônibus Elétrico da EPE

A EPE divulgou em maio de 2019 a ferramenta de avaliação de viabilidade técnico-econômica de ônibus elétricos urbanos, que pode ser acessada aqui. Os ônibus elétricos podem ser uma alternativa ao uso dos ônibus a diesel convencionais nas cidades brasileiras. E por meio do simulador da EPE é possível analisar a adoção destes veículos em frotas municipais e ao sistema de transporte público rodoviário.

Recentemente o tema voltou a ser pauta, no programa do Fantástico (Globo) do dia 8 de setembro. A reportagem mostra a cidade de Shenzhen, no sul da China, que tem o objetivo de construir uma economia sustentável com a base de energia renovável. A alternativa foi substituir as frotas de ônibus convencionais por elétricos.

A necessidade de conversão para veículos "limpos" se faz presente devido a redução da emissão de gás carbônico e da poluição sonora, dos menores custos operacionais e de manutenção a longo prazo. “Transportes sustentáveis são essenciais para ações climáticas, mas também para proteger a saúde de cidadãos. Um ônibus elétrico pode evitar até 60 toneladas de emissões de carbono todos os anos." Informação divulgada em artigo da ONU.  

O simulador da EPE é destinado ao mercado e à sociedade de maneira geral. Ferramentas para a avaliação de alternativas tecnológicas não se resumem apenas a estimular a adoção de novas tecnologias. Elas buscam também identificar as principais variáveis envolvidas no uso de cada alternativa, e permitem ao usuário verificar a sua viabilidade técnico-econômica, reduzindo assim a assimetria de informação envolvida no problema.

No Brasil ainda não há uma previsão para que este novo modelo de mobilidade urbana desembarque. Mas o compromisso do país no Acordo de Paris é de conseguir reduzir as emissões de gás carbônico em 37% em relação às emissões de 2005. A data limite para isto é 2025, com o objetivo de reduzir 43% das emissões até 2030 e de promover medidas de eficiência, melhorias na infraestrutura de transportes e no transporte público em áreas urbanas. A EPE como uma think tank já deu o primeiro passo para esta nova realidade.

onibus-eletricos-01.png


Notícias Relacionadas

EPE irá participar do ENASE 2022

27/05/2022 - O presidente da EPE, Thiago Barral, e o Diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais, Giovani Vitória Machado, irão participar do ENASE 2022- Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico, no dia 08 de junho, às 9h15, no Antigo Centro de Convenções Sulamérica. O tema dessa 19ª Edição é "Um olhar para 2023- 2026".

EPE participa da Green Hydrogen Global Assembly and Exhibition 2022

27/05/2022 - Representando a EPE e o Ministério de Minas e Energia, o Diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais, Giovani Vitória Machado, esteve presente na Green Hydrogen Global Assembly and Exhibition 2022, realizada entre os dias 17 e 18 de maio, em Barcelona- Espanha.

Leilão de Energia Nova A-4 de 2022: Informe de Habilitados e Vencedores

27/05/2022 - A EPE publica Informe Técnico com a consolidação dos dados da habilitação técnica e dos resultados do Leilão de Energia Nova A-4 de 2022, realizado em 27/05/2022. O documento apresenta detalhes do cadastramento e habilitação dos empreendimentos, além de informações sobre os vencedores do certame.

Leilões de Energia Nova A-5 e A-6 de 2022: EPE divulga Resultado do Cadastramento dos Projetos

24/05/2022 - Foi concluído, em 11/05/2022, o cadastramento dos projetos para participação nos Leilões de Energia Nova A-5 e A-6 de 2022. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria Normativa nº 41/GM/MME/2022

EPE lança “BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia”

23/05/2022 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE lança a BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia. Uma ferramenta interativa elaborada com recursos de SIG - Sistema de Informações Geográficas.