Procedimento Competitivo Simplificado: EPE publica Garantias Físicas dos Projetos Eólicos, Fotovoltaicos e Biomassa com CVU nulo

Em cumprimento ao art. 10 da Portaria Normativa nº 24/GM/MME, foram publicadas hoje (21/10/2021) no Diário Oficial as Portarias com as garantias físicas de energia dos empreendimentos eólicos, fotovoltaicos e termelétricos a biomassa com CVU nulo, candidatos a participar do Procedimento Competitivo Simplificado de 2021. 

A Portaria com os valores de garantia física dos empreendimentos termelétricos com CVU não nulo, candidatos a participar do Procedimento Competitivo Simplificado, será divulgada pela EPE até o dia 22/10/2021, em conformidade com o "Esclarecimento Complementar - 02", divulgado pela ANEEL em 15 de outubro de 2021, devendo também ser publicada no Diário Oficial da União. 

Destacamos ainda que o Valor Esperado do Custo de Operação (COP) e Valor Esperado do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos empreendimentos termelétricos estarão disponíveis aos titulares dos projetos por meio do Sistema AEGE a partir do dia 22/10/2021. Para consultar os referidos parâmetros, o agente deverá acessar a Ficha de Dados do projeto no Sistema AEGE e verificar os valores exibidos na Guia Leilão/Validação e Finalização.

É importante salientar que a Portaria Normativa nº 24/GM/MME não prevê a realização de processo de habilitação técnica dos projetos cadastrados para o Procedimento Competitivo Simplificado. Nesse sentido, o cálculo das garantias físicas de energia considerou os parâmetros declarados pelos representantes das usinas, sem qualquer verificação documental que pudesse garantir a coerência e a exatidão dos valores apresentados. 

Eventuais dúvidas sobre o Procedimento Competitivo Simplificado poderão ser encaminhadas para aege@epe.gov.br

As Portarias com os valores de garantia física dos empreendimentos podem ser acessadas a partir da relação de arquivos nesse link

Abaixo são disponibilizados também os links para acesso direto pelo Diário Oficial da União. 

Portaria EPE/DEE Nº 2, de 20 de Outubro de 2021 – Garantia Física dos Empreendimentos Eólicos

Portaria EPE/DEE Nº 3, de 20 de Outubro de 2021 – Garantia Física dos Empreendimentos Solares Fotovoltaicos

Portaria EPE/DEE Nº 4, de 20 de Outubro de 2021 – Garantia Física dos Empreendimentos Termelétricos a Biomassa com CVU nulo

Notícias Relacionadas

EPE publica Estudo de Alternativas para Suprimento a Fernando de Noronha

06/12/2021 - Fernando de Noronha é um paraíso natural que atrai um grande número de turistas todo ano. A ilha é considerada um Sistema Isolado do ponto de vista elétrico, pois não está conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Nesse sentido, a geração de energia elétrica no local é realizada a partir de uma usina termelétrica a óleo diesel. Conforme estudos de Planejamento dos Sistemas Isolados conduzidos pela EPE, a partir das informações disponibilizados pelas distribuidoras, está previsto um importante crescimento da carga da ilha nos próximos anos, o que deverá resultar na necessidade de expansão do atual parque gerador.

EPE é certificada no nível 2 no 5º ciclo do IG-SEST

02/12/2021 - Em cerimônia realizada ontem pelo Ministério da Economia, a EPE recebeu o certificado referente ao 5° Ciclo de avaliação do indicador IG-SEST. Dentre as 60 empresas estatais participantes, somente 31 foram certificadas. A EPE foi classificada no nível 2, com nota global 8,55. Além disso, a EPE obteve pontuações acima da mediana para todos os temas avaliados.

EPE e MME publicam o Caderno de Gás Natural do PDE 2031

01/12/2021 - No horizonte de 2021 a 2031, as previsões de oferta de gás natural no Brasil se mantiveram otimistas, dadas as perspectivas trazidas pelo Novo Mercado de Gás para o setor e o novo marco setorial consolidado com a Nova Lei do Gás e seu Decreto Regulamentador.

Resenha Mensal: O consumo de eletricidade no Brasil em outubro de 2021 apresentou recuo de 0,5% em relação ao mesmo mês de 2020

30/11/2021 - O consumo nacional de eletricidade em outubro foi de 42.621 GWh, recuo de 0,5% em comparação com mesmo período de 2020 e o primeiro mês em 2021 com retração, na comparação interanual. Ainda assim, outubro anota o segundo maior consumo de 2021. Responsável pela retração no mês, a redução do consumo nas residências superou a expansão no comércio e na indústria. O consumo acumulado em 12 meses totalizou 498.769 GWh, expansão de 5,1% comparado ao período anterior.

Carga de energia deve crescer em média 3,4% por ano no período de 2022 a 2026

30/11/2021 - Em 2022, a projeção é de aumento de 2,7%, considerando alta de 1,3% no PIB A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE divulgaram hoje, 30 de novembro, os dados da previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - Ciclo 2022 (2022-2026). Para o período 2022-2026, a expectativa é de um crescimento médio da carga de 3,4% por ano. Em 2022, a projeção é de aumento de 2,7%, considerando alta de 1,3% no Produto Interno Bruto – PIB.