EPE publica Informe de Investimentos e Custos Operacionais e de Manutenção no Setor de Biocombustíveis: 2022 - 2031

​O informe sobre Investimentos e Custos Operacionais e de Manutenção no Setor de Biocombustíveis, elaborado pela Área de Biocombustíveis da Diretoria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética, apresenta as premissas e estimativas de investimentos (CAPEX) e custos operacionais e de manutenção (OPEX) relativas ao etanol de cana-de-açúcar (1G, 2G), etanol de milho, biodiesel, biogás (setor sucroenergético) e BioQAV/Diesel Verde para o período de 2022 a 2031.

Clique aqui e confira!

Notícias Relacionadas

EPE lança “BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia”

23/05/2022 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE lança a BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia. Uma ferramenta interativa elaborada com recursos de SIG - Sistema de Informações Geográficas.

Relatório Anual Integrado 2021 da EPE já está disponível para consulta

23/05/2022 - De acordo com a Lei nº 13.303/2016, popularmente conhecida como "Lei das Estatais", a divulgação anual de relatório integrado é obrigação prevista para todas as empresas estatais, como é o caso da EPE. Nesse contexto, como parte do seu compromisso com a transparência, a EPE torna público o Relatório Anual Integrado 2021, documento que unifica os relatórios da administração e de gestão em um só documento, sendo importante componente do processo de prestação de contas anuais pela EPE.

EPE no maior evento mundial de petróleo

03/05/2022 - Depois de dois anos longe da participação presencial em grandes eventos em decorrência da pandemia de Covid-19, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) participou do OTC Houston 2022, maior feira de tecnologia offshore do mundo.

EPE publica Nota Técnica que apresenta a análise socioambiental dos empreendimentos incluídos no ciclo 2021/2022 do Plano Indicativo de Oleodutos

03/05/2022 - A Nota Técnica apresenta a análise socioambiental dos empreendimentos incluídos no ciclo 2021/2022 do Plano Indicativo de Oleodutos (PIO). No documento são descritos os principais elementos socioambientais presentes nas áreas referenciais estabelecidas para os terminais e nas regiões de passagem dos traçados e corredores de estudo definidos para os oleodutos.

EPE publica a Nota Técnica sobre a Produção e Consumo de Hidrogênio em Refinarias no Brasil

02/05/2022 - O hidrogênio é o elemento mais abundante do universo; entretanto, raramente é encontrado em sua forma elementar na Terra, onde deve ser produzido a partir de uma matéria-prima contendo-o, mediante o consumo de energia. A produção de hidrogênio através de combustíveis fósseis apresenta-se como o principal processo para obtenção deste energético.