EPE supera expectativas com a Rio Pipeline 2019

A presença da EPE com estande nos três dias de evento da Rio Pipeline 2019 deixou um legado: destacar a relevância de estudos promissores para o setor. A apresentação do PIPE, PIG e PIO indicaram a necessidade de investimentos em logística e produção de combustível, com destaque para etanol e biodiesel, bem como para construção e ampliação da malha de gasodutos com objetivo de interligar polos de oferta de gás à malha já existente.

Para entender a importância deste evento para a melhoria no setor e para as pesquisas da EPE confira o vídeo com depoimentos dos diretores José Mauro Ferreira e Giovani Machado sobre a partição da empresa, os estudos apresentados os resultados atingidos. Durante o evento, o estande da EPE ofereceu miniapresentações para o público, que já estão disponíveis para acesso:

Análises Socioambientais PIG

GTL as Option for Monetizing Natural Gas from Pre-Salt in Brazil

Natural Gas Infrastructures in Brazil and South America

Pipelines in South Region

FLNG as Option to Monetizing Natural Gas from Pre-Salt in Brazil

LNG for Transport

Offshore Break-Even Princes

Pipelines Linked to LNG Terminals

Relevância da Infraestrutura Dutoviária 

TPA Exemption in the EU Gas Sector

A Rio Pipeline 2019 atingiu o objetivo de abordar a melhoria da eficiência, qualidade e segurança no transporte por dutos, em busca da construção de um canal de comunicação e uma relação de confiança entre a indústria e a sociedade, explicitando os benefícios e a importância desta atividade para o desenvolvimento dos países. 

Notícias Relacionadas

Relatório do Estudo de Suprimento às Regiões de Açailândia, Buriticupu, Vitorino Freire e Dom Eliseu

19/10/2021 - O Relatório R1 EPE-DEE-RE-022/2021-rev0 recomenda um conjunto de reforços estruturais para atendimento às regiões de Açailândia, Buriticupu e Vitorino Freire, no estado do Maranhão e Dom Eliseu no estado do Pará. O suprimento elétrico dessas regiões é realizado atualmente por sistemas com características radiais, com elevada extensão e que se originam das subestações de fronteira de Imperatriz, Miranda II, Marabá e Peritoró.

Presidente da EPE participa do ENASE 2021

15/10/2021 - O presidente da EPE, Thiago Barral, participou da 18ª edição do ENASE 2021 – Encontro Nacional dos Agentes do Setor Elétrico. Este ano, o tema foi “O Setor Elétrico Brasileiro e a Transição Energética: Desafios e Oportunidades”. Em formato virtual, o evento trouxe a oportunidade de falar sobre o contexto de escassez hídrica e o futuro das hidrelétricas, o papel das fontes renováveis e das termelétricas, os custos para o consumidor e a reforma e abertura do mercado.

Webinar - Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil: Avançando com eficiência

15/10/2021 - A Agência Internacional de Energia (IEA), o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) convidam para o webinar: Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil: Avançando com eficiência O webinar será realizado em inglês na quinta 28 de Outubro das 10:00-11:15 (Brasília, UCT-3) / 15:00-16:15 (Paris, UTC+2) via Zoom da sede da IEA em Paris, França.

EPE publica Projeções dos Preços dos Combustíveis Líquidos para Atendimento aos Sistemas Isolados e Usinas da Região Sul em 2022.

14/10/2021 - A EPE elaborou Nota Técnica com os cálculos e as premissas que embasaram as projeções, para o ano de 2022, dos preços dos combustíveis líquidos usados na geração de energia elétrica em Sistemas Isolados e usinas da Região Sul, a fim de dar suporte à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nas estimativas de previsão orçamentária da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC).

EPE publica revisão 1 do Estudo “Expansão da Capacidade de Transmissão da Região Norte de Minas Gerais”

07/10/2021 - A revisão teve como objetivo incorporar aprimoramentos e dados obtidos durante a execução dos relatórios complementares R2, R3, R4 e R5 associados, atualizar a configuração da LT 500 kV Janaúba 3 – Janaúba 6 de CS para CD, incluir a recomendação de reatores de barra nas novas subestações de Rede Básica recomendadas originalmente, como: Nova Ponte 3, Capelinha 3, Buritizeiro 3, Janaúba 6 e Jaíba 500 kV, incluir avaliação dos parâmetros elétricos das linhas de transmissão de SIL elevado - superior a 1670 MW, dentre outros ajustes.