EPE participa do workshop: "Key Factor for Successful Development of Offshore Wind in Emerging Markets eLearning Course"

​Nesta quinta-feira (12/01) a EPE participou do workshop de lançamento do curso online "Key Factors for Successful Development of Offshore Wind in Emerging Markets", do Banco Mundial, ESMAP e IFC.

O evento foi organizado em parceria com o GWEC, e contou com a participação de especialistas de diversos países.

Após a introdução e explicação sobre o curso, aconteceu uma mesa-redonda onde os debatedores conversaram sobre como o curso e o relatório podem ajudar no desenvolvimento das eólicas offshore em novos mercados e sobre as principais recomendações trazidas no material.

Gustavo Ponte, Superintendente Adjunto da EPE foi um dos debatedores e falou da importância dessas recomendações, da regulamentação a nível nacional e dos estudos da EPE sobre essa fonte.

O curso tem como foco ser um recurso vital para reforçar os kits de ferramentas para governos, indústria, investidores e outras partes interessadas com o objetivo de acelerar a implantação da energia eólica offshore em mercados emergentes.

Conheça o curso em: Key Factors for Successful Development of Offshore Wind in Emerging Markets | World Bank Group

MicrosoftTeams-image (2).png


Notícias Relacionadas

EPE divulga Caderno de Estudos de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do ano de 2022

02/02/2023 - Rotineiramente a EPE publica uma série de estudos e pesquisas sobre geração e transmissão de energia elétrica, destinados a subsidiar o planejamento energético setorial. Alguns desses relatórios são de publicação periódica, como aqueles sobre os leilões de energia e de transmissão, enquanto outros buscam responder questões específicas, como aqueles sobre determinadas tecnologias.

MME e EPE publicam novo caderno do PDE 2032: Eletromobilidade

01/02/2023 - A eletrificação do transporte rodoviário no Brasil deve expandir-se continuamente ao longo da próxima década, avançando de forma significativa em certos nichos de aplicação. A penetração de motorizações alternativas no licenciamento de novos veículos semileves e leves, para uso com o transporte cargas, deve ser particularmente elevada, alcançando, em 2032, cerca de 20% para elétricos e 15% para híbridos. Contribuem para isso a eletrificação de nichos como da entrega em última milha, estimulada por compromissos ESG de grandes empresas, e por crescentes restrições às emissões e à circulação de veículos poluentes em áreas urbanas, principalmente metrópoles.

Resenha Mensal: O consumo nacional de energia elétrica foi de 43.347 GWh em dezembro de 2022, expandindo 1% em comparação com mesmo mês de 2021

31/01/2023 - A classe residencial (+4,6%) puxou a alta, seguida pela classe comercial (+1,7%), enquanto a indústria (-1,0%) experimentou retração no consumo. No acumulado em 12 meses o consumo nacional registrou 508.576 GWh, alta de 1,2% em comparação ao período imediatamente anterior.

MME e EPE publicam Sensibilidades e Análise Econômica para a Previsão da Produção de Petróleo e Gás Natural do PDE 2032

30/01/2023 - O caderno Sensibilidades e Análise Econômica para a Previsão da Produção de Petróleo e Gás Natural tem o objetivo de detalhar as previsões apresentadas no caderno anterior, discutir alternativas através da análise de sensibilidade para alguns tópicos e ressaltar aspectos econômicos.

EPE lança pacote em R epe4md destinado a realizar projeções de micro e minigeração distribuída no Brasil

27/01/2023 - A EPE inaugurou o GitHub da organização com seu primeiro produto de código aberto disponível para contribuições. O pacote em R epe4md é destinado a realizar projeções de micro e minigeração distribuída no Brasil, sendo utilizado pela EPE, por exemplo, nos estudos do Plano Decenal de Expansão de Energia.