Brasil sedia as reuniões preparatórias da Clean Energy Ministerial e da Mission Innovation

O Ministério de Minas e Energia (MME), em parceria com o Itamaraty, com patrocínio de Itaipu Binacional e apoio do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), promove até o dia 22 de março, no Rio de Janeiro (RJ), a reunião de altos oficiais da Clean Energy Ministerial (CEM) e da Mission Innovation (MI). Esses são importantes fóruns internacionais voltados para a promoção da transição energética – em especial de políticas e investimentos em soluções inovadoras e de baixo carbono para o setor de energia. O Brasil recebe as delegações de mais de 25 países para os três dias de trabalho e planejamento da colaboração internacional na área de energia limpa. 

"Receber tantas delegações estrangeiras no Brasil para definir as prioridades de colaboração internacional para a transição energética reflete a relevância do nosso país, que é uma liderança global em energias renováveis”, afirmou o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira. 

O evento visa também à preparação para a 14ª Reunião Ministerial da Clean Energy Ministerial e da 8ª Reunião Ministerial da Mission Innovation, que ocorrerão em Goa, na Índia, em julho de 2023. Estão previstas ainda visitas técnicas de lideranças estrangeiras para conhecer o centro de operações do Operador Nacional do Sistema Elétrico e alguns laboratórios de tecnologias de baixo carbono do CENPES, o cento de pesquisas da Petrobras. Mais de  300 participantes, em grande parte de lideranças governamentais e de entidades internacionais, inclusive a Agência Internacional de Energia, a Agência Internacional de Energias Renováveis e o Fórum Econômico Mundial. 

O evento é realizado pelo MME em parceria com o Itamaraty, com patrocínio da Itaipu Binacional e apoio do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A delegação brasileira é liderada pelo MME, por meio do Secretaria de Planejamento e Transição Energética, e contará também com a participação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Agência Nacional de Petróleo (ANP), outros ministérios, lideranças empresariais, BNDES, entre outros. 


Conheça a Clean Energy Ministerial e Mission Innovation


A Clean Energy Ministerial (CEM) é um fórum global de alto nível voltado para a promoção de políticas públicas que estimulem a adoção de tecnologias de energia limpa, o compartilhamento de lições aprendidas e melhores práticas e o incentivo à transição para uma economia global de baixo carbono. As iniciativas do CEM são baseadas em áreas de interesse comum entre os governos participantes e outras partes interessadas. Atualmente ele conta com mais de 25 países membros, entre eles o Brasil.

Já a Mission Innovation (MI) contempla esforços globais de aceleração do desenvolvimento e adoção de inovações tecnológicas e regulatórias em energia de baixo carbono, por meio de políticas de pesquisa, desenvolvimento e demonstração. As missões no âmbito da MI reúnem países e parceiros públicos e privados em torno de esforços ambiciosos de descarbonização do setor energético. Atualmente, a MI possui 22 países membros, incluindo o Brasil.

A CEM e a MI já reúnem mais de 20 iniciativas distintas que abrangem amplo espectro de temas para catalisar os esforços globais para a transição energética. O engajamento do Brasil nessas duas frentes reforça o compromisso do país com o tema, em especial no que tange ao processo de formulação de políticas públicas para o setor de energia. Além disso, o acompanhamento desses temas coloca o país ainda mais na vanguarda, ampliando as oportunidades de investimentos em energias renováveis e de baixo carbono, em linha com os compromissos climáticos assumidos internacionalmente, como é o caso do Acordo de Paris. 

Atualmente, o Brasil contribui ativamente para diferentes iniciativas da CEM e da MI, como a Biofuture Platform, 21st Century Power Partnership, Long-Term Scenarios for the Energy Transition, Hydrogen Initiative, Green Powered Future, Nuclear Innovation: Clean Energy Future e Integrated Biorrefineries Mission.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social MME​


DSC_8270-2 (1).jpg

Foto: Rafa Kondlatsch/Itaipu Binacional


Notícias Relacionadas

Workshop sobre a 1ª Revisão Quadrimestral das Previsões de Carga para o PLAN 2024-2028

08/04/2024 - A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE e promovem na próxima quarta-feira, dia 10 de abril, das 10h às 12h um Workshop para apresentação dos resultados da 1ª Revisão Quadrimestral das Previsões de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética – PLAN 2024-2028.

EPE, ONS e CCEE divulgam primeira revisão quadrimestral da previsão de carga

05/04/2024 - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Operador Nacional do Setor Elétrico (ONS), a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgam, nesta sexta-feira (05), os dados da 1ª Revisão Quadrimestral das Previsões de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - 2024-2028. Para o ano, o aumento previsto é de 3,8% na carga, atingindo o valor 78.814 MW médios.

Boletim Anual de Transmissão 2023

04/04/2024 - A EPE realizou em 2023 análises técnico-econômicas e socioambientais que resultaram na recomendação de diversos novos empreendimentos de transmissão de eletricidade. Essas futuras instalações irão agregar maior confiabilidade ao Sistema Interligado Nacional, aumentando a qualidade no atendimento elétrico aos consumidores brasileiros.

Licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica Castanheira

27/03/2024 - No dia 18/3/24 a Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (SEMA-MT) publicou o arquivamento do licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica Castanheira. A decisão encerra um processo que se estendia desde 2012, e causa apreensão no setor elétrico.

Energizando o Futuro: 20 Anos de Inovação e Excelência em Pesquisa Energética

26/03/2024 - Rio de Janeiro, Brasil - 15 de março de 2024 - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) celebra duas décadas de dedicação incansável à busca por segurança energética e soluções inovadoras e sustentáveis.