EPE publica Projeções dos Preços dos Combustíveis Líquidos para Atendimento aos Sistemas Isolados e Usinas da Região Sul em 2023

Apesar de um aumento médio de mais de 30% nos preços do óleo diesel para geradores do Sistema Isolado em 2022, a EPE projeta um novo incremento de 2% nos preços desse combustível em 2023, para uma média nacional de R$ 6,81/l. A EPE elaborou Nota Técnica apresentando os cálculos e as premissas que embasaram as projeções, para o ano de 2023, dos preços dos combustíveis líquidos usados na geração de energia elétrica em Sistemas Isolados e usinas da Região Sul. Tal estudo tem como objetivo dar suporte à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) em sua previsão orçamentária da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC). 

Para as projeções de preços de óleo diesel, considerou-se a maior resiliência da demanda energética do setor de transporte de cargas no curto prazo, além da permanência de políticas ambientais mais restritivas no transporte marítimo, a substituição parcial da demanda de gás natural, e estímulos econômicos que promovem a indústria de construção civil. Assim, o aumento da demanda global por óleo diesel deverá manter o prêmio desse combustível em patamares elevados em 2023. Estoques relativamente baixos de petróleo e de diesel, e a capacidade ociosa mundial reduzida, também pressionam as cotações para cima. 

Domesticamente, projeta-se uma pequena queda nos preços do biodiesel, o retorno da cobrança de tributos federais, e a manutenção das alíquotas de tributos estaduais, que calcula a base desses tributos utilizando a média móvel dos preços finais do óleo diesel nos últimos 60 meses. 

Esse aumento de preços pode significar um aumento do orçamento da CDE para 2023, onerando a conta de eletricidade de todos os usuários brasileiros.

Clique aqui e confira!

Notícias Relacionadas

EPE publica o Informe de Monitoramento da Política de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural

24/11/2022 - A EPE divulga a atualização do Informe de Monitoramento da Política de E&P, baseado na Resolução nº 17 de 8 de junho de 2017 aprovada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que estabelece, por fim, a nova Política de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural, que define suas diretrizes e orienta o planejamento e a realização de licitações.

EPE divulga nova versão da Nota Técnica - Dados de entrada para modelos elétricos e energéticos: metodologias e premissas

23/11/2022 - A nova versão desta Nota Técnica, elaborada como estudo de apoio ao PDE 2032, tem o objetivo de atualizar a metodologia e as premissas para obtenção de dados de geração representativos das usinas eólicas (onshore e offshore) e fotovoltaicas (centralizadas e flutuantes) para os estudos de planejamento da geração e transmissão realizados pela EPE.

Lançamento da Nota Técnica “Descarbonização do Setor de Transporte Rodoviário - Intensidade de carbono das fontes de energia”.

23/11/2022 - O foco deste estudo circunscreve-se aos avanços da intensidade de carbono dos combustíveis que compõem as projeções de demanda elaboradas pela EPE para o PDE 2031, considerando a Política Nacional de Biocombustíveis – RenovaBio.

Facilitar atração de investimentos no setor energético é o foco de acordo assinado entre ApexBrasil e EPE

18/11/2022 - No momento em que todos os olhares se voltam para as discussões ambientais e questões relacionadas a segurança e transição energéticas combinadas com a necessidade de segurança energética, o Brasil dá mais um passo para o aperfeiçoamento de seu sistema, que foi destino de cerca de 38% dos investimentos estrangeiros entre 2019 e 2021. Com o objetivo de ampliar os esforços conjuntos de atração de investimentos investimentos estrangeiros para impulsionar o setor de energia nacional, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) assinou na tarde do dia 9/11 um protocolo de intenções com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

EPE publica Nota Técnica - GNL de Pequena Escala: Estudo de caso no Brasil

18/11/2022 - Nesta nota técnica são abordados os principais projetos de GNL em pequena escala em operação e planejados no Brasil. Por meio de um estudo de caso na região Nordeste, são descritas as metodologias de dimensionamento das logísticas e dos custos para o modelo de negócio de GNL de pequena escala pelos modais rodoviário e aquaviário.