EPE publica o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018

A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza as planilhas eletrônicas (workbook) do Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018, nas quais estão disponíveis os dados consolidados de consumo de energia elétrica na rede de distribuição nos últimos cinco anos, com ênfase no ano de 2017 (ano base). Em 2017, após dois anos de queda, o consumo de eletricidade no país cresceu 1,2% em relação a 2016, alcançando 467 TWh, mantendo o Brasil entre os dez maiores consumidores do mundo. As regiões Sul e Centro Oeste lideraram o crescimento, com taxas de 3,1% e 2,4%, mas a região Sudeste segue sendo a região de maior participação no consumo do país, representando praticamente 50% do total. O setor industrial segue sendo o maior consumidor, com quase 36% do total, seguido do setor residencial, com cerca de 29%. 

O Anuário é produzido a partir dos dados coletados junto aos agentes participantes do setor elétrico brasileiro, especialmente as concessionárias de distribuição de eletricidade e os grandes consumidores livres, os quais são consolidados pela EPE e apresentados em tabelas em diversas segmentações: por regiões, estados, subsistemas elétricos, classes de consumo, tensão de fornecimento, dentre outras. EPE registra aqui seu agradecimento às empresas e seus representantes pela cooperação na execução desse trabalho.

O Anuário também traz compilação de dados de carga do Sistema Interligado Nacional e Sistemas Isolados, fornecidos pelo Operador Nacional do Sistema – ONS, de preços e tarifas obtidos da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, de onde também se obtêm os dados de número de agentes participantes do mercado de contratação livre.

Além disso, um dos capítulos é dedicado ao contexto internacional, no qual se busca situar o Brasil em relação aos demais países e regiões do mundo, para o que se toma por base os dados disponibilizados pela U.S. Energy Information Administration – EIA, bem como dados de geração elétrica do Balanço Energético Nacional – BEN, estes também produzidos pela EPE.

As estatísticas disponibilizadas no workbook consolidam as informações de consumo publicadas em caráter preliminar nas edições mensais da Resenha do Mercado. Esta publicação é resultado do trabalho conjunto com os agentes do setor, realizado no âmbito da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica – COPAM, sob a coordenação da EPE e com participação de agentes de distribuição, ONS e CCEE. 

Dois pontos merecem atenção: (i) devido ao expressivo crescimento do consumo livre e a agregação de grandes consumidores na base de dados da EPE, as séries históricas foram revisadas e recalculadas para os anos anteriores a 2017, determinando elevação no volume de eletricidade consumido nesses anos; e (ii) o não fornecimento tempestivo dos dados por alguns agentes delongou o processo de produção desta edição e impacta as estatísticas de número de consumidores do estado do Rio de Janeiro para o ano de 2016 nas classes Comercial, Rural, Poder Público, Iluminação Pública, Serviço Público e Consumo Próprio.

Por outro lado, uma novidade merece destaque: A EPE recebe solicitações dos cidadãos em seus canais de atendimento, algumas das quais são recorrentes e acabam por determinar adaptações nos produtos disponibilizados ao público. Esse foi o caso do desenvolvimento e incorporação na edição deste ano do Anuário das tabelas com os dados de número de consumidores por tensão de fornecimento nas principais classes de consumo (tabelas 3.52 a 3.60).

Na tabela abaixo estão sintetizados os dados de 2017 conforme as regiões geográficas e principais classes de consumo. 

Consumo de eletricidade em 2017 ​ ​ ​

 
2017
GWh
    Variação
em relação a 2016
Participação
no total em 2017
Brasil467.1611,2 
Residencial
134.368
1,128,8
Industrial167.3981,335,8
Comercial
88.2920,518,9
Norte    34.510 0,77,4
Residencial       9.497 0,227,5
Industrial
     15.204 1,1
44,1
Comercial       4.909 0,014,2
Nordeste    79.731 0,317,1
Residencial
     27.059 0,633,9
Industrial     22.370 -1,428,1
Comercial     14.255 -0,517,9
Sudeste  232.515 0,749,8
Residencial
     65.255 0,728,1
Industrial     88.828 0,938,2
Comercial     46.877 0,020,2
Sul    84.997 3,118,2
Residencial
     21.247 2,625,0
Industrial     32.258 4,438,0
Comercial     14.969 2,417,6
Centro-Oeste    35.408 2,47,6
Residencial     11.311 3,131,9
Industrial       8.737 0,824,7
Comercial       7.282 1,8
20,6

Nota: participação das classes no consumo das regiões; participação das regiões no consumo do país.

Os dados completos podem ser acessados em Anuário Estatístico de Energia Elétrica


Notícias Relacionadas

Por que queremos novos critérios de suprimento?

15/07/2019 - No próximo dia 17 de julho a EPE realizará no seu auditório um workshop para apresentar e discutir com os agentes uma proposta de revisão dos atuais critérios de garantia de suprimento. Essa iniciativa ocorrerá no âmbito do GT Modernização do Setor Elétrico e contará com transmissão pelo canal da EPE no Youtube. Esse workshop antecede a abertura de uma consulta pública sobre o tema. Mas afinal, do que se tratam, por que eles são tão importantes e o que se pretende com a sua revisão?

Contribua com o Relatório sobre Critério de Garantia de Suprimento

15/07/2019 - O Grupo Temático de Critério de Suprimento, coordenado pela EPE, elaborou um diagnóstico sobre a situação atual dos critérios de garantia de suprimento e propõe reflexões sobre a inclusão de novos atributos ao critério brasileiro.

EPE participa do evento Workshop to Exchange Experience on Energy System Modelling for Planning

10/07/2019 - Entre os dias 1 e 5 de julho a EPE, representada pelo analista Arnaldo Junior, participou do evento Workshop to Exchange Experience on Energy System Modelling for Planning que ocorreu no Instituto de Energia Hrvoje Požar ( EIHP ) em Zagreb, na Croácia.

EPE lança a Nota Técnica “Resposta da Demanda: Conceitos, aspectos regulatórios e planejamento energético

09/07/2019 - Considerando todos os recursos disponíveis para o Sistema Elétrico Brasileiro, a EPE lança a Nota Técnica “Resposta da Demanda: Conceitos, aspectos regulatórios e planejamento energético”. A resposta da demanda traz aos consumidores de energia elétrica maior poder, conhecimento e gerenciamento sobre seu consumo em resposta às condições de oferta, deixando de ser um coadjuvante neste mercado e passando a possuir participação ativa no futuro do sistema energético.

EPE publica estudo de planejamento da transmissão: Atendimento Elétrico à Região Metropolitana de Porto Alegre

05/07/2019 - Este Informe sintetiza as recomendações do Estudo de Atendimento Elétrico à Região Metropolitana de Porto Alegre (Relatório EPE-DEE-RE-039-2019) e apresenta os principais resultados dos estudos elétricos e das análises socioambientais realizados pela EPE.