EPE Participa da Formulação do Programa “Novo Mercado de Gás”

Foram aprovadas pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) em 24 de junho de 2019 as diretrizes para a liberalização do mercado de gás natural. As diretrizes aprovadas são resultado do trabalho do Comitê de Promoção da Concorrência do Mercado de Gás Natural no Brasil, instituído pela Resolução n° 4 do CNPE em 09 de abril de 2019, do qual a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) fez parte, juntamente com o Ministério de Minas e Energia (MME), o Ministério da Economia (ME), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Em dois meses de trabalho foram mais de 40 reuniões, com participação de pelo menos 45 agentes de todos os segmentos: indústria, academia, reguladores, associações, representantes dos consumidores e representantes dos governos estaduais.  Além disso, foram recebidas 37 contribuições por escrito e conduzida uma Análise de Impacto Regulatório (AIR).

As diretrizes estabelecem quatro pilares:

Promoção da concorrência

Integração do gás natural com os setores elétrico e industrial

Harmonização das regulações estaduais e federal

Remoção das barreiras tributárias

Esta Resolução do CNPE estabelece um marco importante do Programa "Novo Mercado de Gás", de modo a tornar o preço do gás competitivo no Brasil, incentivando a retomada da atividade industrial em diversos setores, atraindo investimentos, gerando emprego e renda, possibilitando o surgimento de um ciclo virtuoso para a economia nacional.

A EPE participará do monitoramento da implementação dessas novas diretrizes, bem como dos seus resultados. A EPE também poderá apoiar as Unidades Federativas no aperfeiçoamento dos mercados na esfera das Companhias Distribuidoras Locais (CDL's) de gás natural, cuja regulação cabe aos Estados.

 Outras informações no site do MME

article (1).jpg

Foto: ASCOM/MME

Notícias Relacionadas

EPE publica NT sobre Projetos Fotovoltaicos nos Leilões de Energia

24/01/2020 - O documento apresenta um resumo da participação dessa fonte nos leilões A-4/2019 e A-6/2019, discutindo aspectos do cadastramento e da habilitação técnica. A seguir, as principais características técnicas dos projetos são resumidas em uma perspectiva histórica, destacando-se as novidades tecnológicas dos certames mais recentes.

EPE publica o Roadmap Eólica Offshore Brasil

23/01/2020 - Atenta à expansão observada para a fonte eólica offshore no cenário internacional nos últimos anos e às movimentações relacionadas à proposição de projetos eólicos offshore que têm ocorrido no mercado brasileiro, a Empresa de Pesquisa Energética – EPE desenvolveu o Roadmap Eólica Offshore Brasil, estudo inteiramente dedicado a essa fonte.

EPE cadastra 1.528 empreendimentos para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020

21/01/2020 - Foi concluído nesta sexta-feira, 17/01/2020, o cadastramento dos projetos para participação no Leilão de Energia Nova “A-4” de 2020. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 455/2019, o Leilão está previsto para ser realizado em 28 de maio, com participação das fontes renováveis eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa e hidrelétrica. O início de suprimento dos projetos deverá ocorrer até 1° de janeiro de 2024.

EPE publica o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás do 2º semestre/2019

17/01/2020 - Nesta edição, o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás apresenta o Panorama da Arábia Saudita. O texto descreve um breve histórico do desenvolvimento da indústria petrolífera saudita, além de abordar sobre as suas reservas, produção e exportação, e apresentar as principais infraestruturas de gás natural, refino e logística. Além disso, o Panorama discute a dependência do país ao setor de petróleo e os caminhos que o governo saudita tem buscado para diversificar a sua atividade econômica.

EPE, ONS e Aneel divulgam Nota Técnica com Metodologia, Premissas e Critérios para o cálculo das margens do Leilão de Energia Nova A-4/2020

10/01/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga Nota Técnica conjunta com o Operador Nacional do Sistema - ONS (EPE-DEE-RE-0103/2019/ONS NT 135/2019) referentes à metodologia, premissas, critérios e configuração do sistema elétrico