EPE divulga Custos Marginais de Operação dos Leilões de Energia Existente A-1 e A-2/2018

A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza o conjunto dos Custos Marginais de Operação (CMO) que serão utilizados no cálculo dos valores esperados do Custo de Operação (COP) e do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos empreendimentos de geração termelétrica para os Leilões de Energia Existente A-1/2018 e A-2/2018.

Adicionalmente, conforme metodologia descrita na Nota Técnica nº EPE-DEE-RE-093/2018-r0, são disponibilizados os Benefícios de Antecipação de GNL (benGNL), que serão utilizados no cálculo dos valores esperados do COP e do CEC para as usinas termelétricas a GNL (Gás Natural Liquefeito) com previsão de despacho antecipado. 

Os valores dos CMO disponibilizados devem ser limitados aos preços de liquidação das diferenças - PLD mínimo (40,16 R$/MWh) e máximo (505,18 R$/MWh) para o cálculo do CEC.

Exclusivamente para estes leilões A-1 e A-2 de 2018, a ferramenta desenvolvida e disponibilizada pela EPE para estimar a garantia física (GF) e a parcela k do Índice de Custo Benefício (ICB) dos empreendimentos participantes nos leilões do ambiente regulado, com contratos na modalidade por disponibilidade, foi adequada para consideração das matrizes de CMO e de benGNL tanto do caso base para cálculo de garantia física quanto para cálculo do COP e CEC específicas para esses leilões.

O aplicativo é construído em Microsoft Excel© e oferece aos empreendedores a possibilidade de se obter uma estimativa destas grandezas. No caso da garantia física, ele incorpora metodologia que, por razões computacionais, aproxima a metodologia estabelecida na Portaria MME nº 101, de 22 de março de 2016. Por este mesmo motivo, os valores por ele calculados podem resultar em valores distintos daqueles que serão publicados para esta grandeza em definitivo após a qualificação.

Apesar dessa ressalva, a ferramenta ora disponibilizada permite que os empreendedores disponham de uma ordem de grandeza destes parâmetros e possam realizar, de maneira ágil, sensibilidades quanto ao impacto na garantia física e parcela k do ICB de parâmetros – inflexibilidade, custo variável unitário, disponibilidade mensal – que servirão de base para a declaração no leilão. A EPE sugere que os empreendedores realizem suas próprias analises de forma independente – por sua conta e risco.

Veja nos anexos abaixo a relação dos Custos Marginais de Operação, dos benefícios de Antecipação do GNL e a ferramenta “GFeK” para os Leilões A-1 e A-2 de 2018.

Custos Marginais de Operação - Leilões A-1 e A-2/2018

GNL A-1 e A-2/2018

Aplicativo para Estimativa de Garantia Física e Parcela K do ICB – Leilões A-1 e A-2 de 2018


Notícias Relacionadas

EPE disponibiliza Informe Técnico sobre Custo de Combustível e Preços de Referência dos Combustíveis para as Soluções de Suprimento no Produto “Potência"

14/02/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética disponibiliza o Informe Técnico que visa a fornecer os elementos para a formulação do Custo do Combustível e dos Preços de Referência dos combustíveis para as usinas termelétricas participantes do leilão para suprimento a Boa Vista e Localidades Conectadas, conforme Portarias do Ministério de Minas e Energia nº 512, de 21 de dezembro de 2019 e nº 58/GM, de 23 de janeiro de 2019.

Adiado o prazo de cadastramento das propostas de Solução de Suprimento para o Leilão para Suprimento a Boa Vista e Localidades Conectadas de 2019

14/02/2019 - Foi publicada a Portaria MME n. 134/2019, que alterou o cronograma do “Leilão para Suprimento a Boa Vista e Localidades Conectadas de 2019”, objeto da Portaria MME n. 512/2018. Os empreendedores interessados participar do referido leilão deverão requerer o Cadastramento e a Habilitação Técnica de suas propostas de Solução de Suprimento à EPE até às doze horas de 1º de março de 2019. Também foi adiada a data de realização do certame, para 31 de maio de 2019, bem como o início do suprimento de energia elétrica, que deverá ocorrerá em 28 de junho de 2021.

EPE participa pela primeira vez do evento Campus Party

14/02/2019 - Pela primeira vez, a Empresa de Pesquisa Energética foi convidada a participar do evento Campus Party, um dos principais eventos de tecnologia do cenário. A EPE, representada pela Assessora de Comunicação Social, Maura Xerfan e pela Analista de Pesquisa Energética, Natalia Moraes, participará do evento com o projeto ABCDEnergia; projeto esse voltado para o público jovem, onde são abordados assuntos do cenário energético de forma lúdica e educativa.

País precisa diversificar fontes de energia sem gerar ineficiências

13/02/2019 - País precisa diversificar fontes de energia sem gerar ineficiências Responsável pela coordenação dos estudos que subsidiarão o pla- nejamento energético do governo de Jair Bolsonaro, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral, vê com bons olhos o avanço da energia eólica e solar e a diversificação dos recur- sos energéticos brasileiros. Ele en- tende, no entanto, que há necessi- dade de aperfeiçoamento do mo- delo de avaliação da segurança energética do país em relação ao novo cenário e que a solução deve ter razoabilidade econômica, para não onerar consumidores nem prejudicar investidores

EPE participa da solenidade de assinatura do Protocolo de Intenções entre Porto Central e Porto de Pecém

06/02/2019 - O diretor de Estudos do Petróleo Gás e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, acompanhado de seu assessor, Alexandre Cobbett, representando a EPE e o secretário de Petróleo Gás e Biocombustíveis do MME, Márcio Félix, participou e discursou na solenidade de Assinatura do Protocolo de Intenções entre Porto Central, situado no Espírito Santo, na sede da FINDES, Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo