EPE divulga Custos Marginais de Operação dos Leilões de Energia Existente A-1 e A-2/2018

A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza o conjunto dos Custos Marginais de Operação (CMO) que serão utilizados no cálculo dos valores esperados do Custo de Operação (COP) e do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos empreendimentos de geração termelétrica para os Leilões de Energia Existente A-1/2018 e A-2/2018.

Adicionalmente, conforme metodologia descrita na Nota Técnica nº EPE-DEE-RE-093/2018-r0, são disponibilizados os Benefícios de Antecipação de GNL (benGNL), que serão utilizados no cálculo dos valores esperados do COP e do CEC para as usinas termelétricas a GNL (Gás Natural Liquefeito) com previsão de despacho antecipado. 

Os valores dos CMO disponibilizados devem ser limitados aos preços de liquidação das diferenças - PLD mínimo (40,16 R$/MWh) e máximo (505,18 R$/MWh) para o cálculo do CEC.

Exclusivamente para estes leilões A-1 e A-2 de 2018, a ferramenta desenvolvida e disponibilizada pela EPE para estimar a garantia física (GF) e a parcela k do Índice de Custo Benefício (ICB) dos empreendimentos participantes nos leilões do ambiente regulado, com contratos na modalidade por disponibilidade, foi adequada para consideração das matrizes de CMO e de benGNL tanto do caso base para cálculo de garantia física quanto para cálculo do COP e CEC específicas para esses leilões.

O aplicativo é construído em Microsoft Excel© e oferece aos empreendedores a possibilidade de se obter uma estimativa destas grandezas. No caso da garantia física, ele incorpora metodologia que, por razões computacionais, aproxima a metodologia estabelecida na Portaria MME nº 101, de 22 de março de 2016. Por este mesmo motivo, os valores por ele calculados podem resultar em valores distintos daqueles que serão publicados para esta grandeza em definitivo após a qualificação.

Apesar dessa ressalva, a ferramenta ora disponibilizada permite que os empreendedores disponham de uma ordem de grandeza destes parâmetros e possam realizar, de maneira ágil, sensibilidades quanto ao impacto na garantia física e parcela k do ICB de parâmetros – inflexibilidade, custo variável unitário, disponibilidade mensal – que servirão de base para a declaração no leilão. A EPE sugere que os empreendedores realizem suas próprias analises de forma independente – por sua conta e risco.

Veja nos anexos abaixo a relação dos Custos Marginais de Operação, dos benefícios de Antecipação do GNL e a ferramenta “GFeK” para os Leilões A-1 e A-2 de 2018.

Custos Marginais de Operação - Leilões A-1 e A-2/2018

GNL A-1 e A-2/2018

Aplicativo para Estimativa de Garantia Física e Parcela K do ICB – Leilões A-1 e A-2 de 2018


Notícias Relacionadas

EPE, ONS e Aneel divulgam Nota Técnica com Metodologia, Premissas e Critérios para o cálculo das margens do Leilão de Energia Nova A-4/2020

10/01/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga Nota Técnica conjunta com o Operador Nacional do Sistema - ONS (EPE-DEE-RE-0103/2019/ONS NT 135/2019) referentes à metodologia, premissas, critérios e configuração do sistema elétrico

EPE conclui cadastramento dos projetos para os Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2020

08/01/2020 - Foi concluído, em 07/01/2020, o cadastramento dos projetos para participação nos Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2020. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 389/2019, os Leilões estão previstos para serem realizados de forma sequencial em 30 de abril

EPE Publica Informe Técnico sobre Potencial Energético dos Resíduos Urbanos - SIENergia

02/01/2020 - Com o intuito de esclarecer a situação, reduzir a assimetria de informação e promover o debate pela sociedade, esse Informe Técnico integra e atualiza dados de trabalhos anteriores e avança no sentido dos conceitos de Economia Circular e de Cidades Inteligentes.

EPE Publica Informe Técnico sobre os Leilões de Energia de 2019

30/12/2019 - Em 2019 foram promovidos cinco importantes Leilões para contratação de energia, tendo a grande maioria participação direta da EPE no processo de habilitação e qualificação técnica e no apoio ao desenho das diretrizes. Os resultados dos Leilões “A-4” e “A-6” garantiram uma expansão da matriz de forma diversificada e com custos competitivos, beneficiando diretamente os consumidores de energia.

EPE publica o Relatório de Planejamento para Atendimento aos Sistemas Isolados, Horizonte 2024 – Ciclo 2019

30/12/2019 - A Portaria MME n. 67/2018 determina que os agentes de distribuição devem apresentar anualmente à EPE suas propostas de planejamento para atendimento aos seus mercados consumidores situados em Sistemas Isolados. Tais propostas são analisadas pela EPE para subsidiar a aprovação das mesmas pelo Ministério de Minas e Energia (MME).