EPE apresenta cenários econômicos para os próximos 15 anos

A EPE apresenta o Caderno de Economia, publicação que visa a descrever possíveis cenários de crescimento econômico para o período de 2018 a 2032, bem como as premissas necessárias para alcançá-las. Com isso, a EPE traz referências que devem balizar os próximos estudos de planejamento energético. 

Em virtude do alto grau de incerteza em relação à evolução da economia brasileira nos próximos anos, são apresentados três cenários – um de referência e dois alternativos – a fim de mapear oportunidades e desafios para o crescimento econômico nacional no médio prazo. Para fundamentar a construção de cenários, a publicação da EPE apresenta uma análise da conjuntura econômica e de como a dinâmica da economia mundial e brasileira pode produzir distintos resultados em termos de crescimento do PIB.

No cenário de referência, assume-se o crescimento gradual da produtividade total da economia, em resposta aos investimentos realizados e às reformas que visem a melhorar o ambiente de negócios. Neste cenário, a hipótese é de que as reformas venham a ser parcialmente implementadas, limitando um maior crescimento da economia. Nesse cenário, o PIB brasileiro cresce em média 2,9% a.a. entre 2018 e 2032. Agropecuária cresce 2,7% a.a. puxada pela boa competitividade das commodities agrícolas, enquanto o crescimento da indústria (3,0% a.a.) e dos serviços (2,9% a.a.) estará associado às melhorias no ambiente de negócios e aumento de competitividade.

Acesse aqui o Caderno de Economia


 


Notícias Relacionadas

EPE publica NT sobre Sistemas fotovoltaicos flutuantes

19/02/2020 - Sistemas fotovoltaicos flutuantes têm sido estudados e instalados em diversos países, principalmente como uma resposta a restrições de terras aptas à instalação de sistemas fotovoltaicos convencionais. No Brasil, vários projetos de P&D surgiram nos últimos anos, interessados em grande parte na utilização dos reservatórios existentes de usinas hidrelétricas.

EPE participa do Fórum Maranhense de Distribuição de Gás Natural

14/02/2020 - O Fórum Maranhense de Distribuição de Gás Natural teve como objetivo discutir as viabilidades da utilização do gás natural no estado do Maranhão, especialmente sobre gás natural liquefeito (GNL), abrangendo as potencialidades e benefícios associados ao seu uso, como a utilização de uma fonte energética mais limpa e o desenvolvimento econômico do estado. Também foram abordadas questões técnicas a respeito da interiorização do gás natural, da infraestrutura para o desenvolvimento do mercado de gás natural, de projetos de distribuição do gás natural no estado e de operação de GNL no Porto de Itaqui. O evento reuniu autoridades como o vice-Governador do Maranhão, o senhor Carlos Brandão, representantes de empresas públicas e privadas, órgãos e sociedade civil.

EPE, ONS e ANEEL divulgam Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para os Leilões A-4 e A-5 /2020

14/02/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga as Notas Técnicas 0013/2020 e 0014/2020, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento dos Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2020.

Story Map da UHE Bem Querer: mais uma ferramenta de comunicação elaborada pela EPE

13/02/2020 - O Story Map da UHE Bem Querer guia o usuário por uma narrativa sobre o projeto da usina hidrelétrica, os estudos de inventário e a etapa atual dos estudos de viabilidade.

EPE publica nota técnica para aumento da capacidade de escoamento de potencial de geração das regiões de Janaúba e Jaíba, em Minas Gerais

12/02/2020 - Foi emitido no dia 05 de fevereiro a Nota Técnica “Aumento da Capacidade de Escoamento de Geração Solar da Região de Jaíba e Janaúba, no Estado de Minas Gerais”, elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE).