EPE realiza II Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

​A segunda edição de 2019 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM (Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica) ocorreu nos dias 15 e 16 de agosto, no escritório da EPE. O fórum reúne as concessionárias de energia e instituições do setor, sob a coordenação da Superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos (SEE), da Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais (DEA) da EPE.

Os encontros promovidos regularmente pela COPAM têm como objetivo a troca de experiências e informações entre os agentes e a EPE. O resultado é o aprimoramento das metodologias utilizadas nos estudos do setor e a melhoria constante na qualidade dos dados fornecidos pelas empresas a partir dos sistemas SIMPLES/SAM, ponto de partida para a produção das estatísticas utilizadas em diversos produtos da Empresa, como a Resenha Mensal do Mercado, o Anuário Estatístico de Energia Elétrica, os estudos de demanda que subsidiam o PDE e o PNE e o Balanço Energético Nacional.

IMG_1545.JPG

Nesta edição, além das tradicionais apresentações sobre economia, consumo e carga de energia elétrica, realizadas por representantes da EPE, do ONS e da CCEE, o evento contou com palestras e discussões técnicas sobre possibilidades de alteração de perfil de curvas de carga horárias. Em um primeiro bloco, EPE e ENEL mostraram definições, conceitos, tipologias e programas-piloto implantados sobre resposta da demanda. Posteriormente, a ENEL apresentou alguns resultados sobre a adesão de seus consumidores à modalidade da tarifa branca. Em sequência, a ABRADEE apresentou simulações de possíveis mudanças tarifárias nas mais diversas modalidades sobre o mercado de algumas áreas de concessão, no âmbito do projeto de P&D de modernização das tarifas de energia elétrica. No bloco seguinte, a EPE apresentou a necessidade das curvas de carga horárias para o planejamento bem como a metodologia para projeção de tais curvas, apresentando alguns exercícios de sensibilidade tais como choques exógenos de consumo para resfriamento de ambientes e aquecimento de água. Por fim, a EPE apresentou seu modelo de projeção energética do setor residencial por usos finais destacando a importância para o planejamento da obtenção de dados primários tais como a Pesquisa de Posses e Hábitos, cujos dados mais recentes foram apresentados logo em seguida pelo PROCEL.


Notícias Relacionadas

EPE divulga os Grupos de Estudos de Transmissão – GETs

14/01/2021 - Em atendimento às diretrizes do Art. 4º, § 3º, da Portaria MME nº 215/2020, a EPE divulga a seguir os Grupos de Estudos de Transmissão – GETs para funcionamento a partir de janeiro/2021. Poderão indicar representantes aos GETs os agentes que atenderem às regras dispostas no Art. 4º, § 2º, do normativo do MME.

Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2021: EPE inicia cadastramento e publica orientações

07/01/2021 - O Ministério de Minas e Energia publicou a Portaria MME nº 459/2020, alterando a Portaria MME nº 389/2019 com as Diretrizes dos Leilões de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Empreendimentos Existentes Geração, denominados "A-4" e "A-5", de 2021. Poderão participar dos certames empreendimentos termelétricos a gás natural ou carvão mineral nacional, existentes e novos. Os empreendedores deverão cadastrar os projetos no Sistema AEGE e enviar os documentos necessários para habilitação na Empresa de Pesquisa Energética - EPE até às 12h do dia 01 de fevereiro de 2021.

EPE publica Nota Técnica sobre Precificação de Carbono

06/01/2021 - A EPE está articulada com o Ministério de Minas e Energia e o Ministério da Economia no sentido de avançar no tema como estratégia para transição do setor energético para uma economia de baixo carbono.

EPE publica estudo "Expansão da Capacidade de Transmissão da Região Norte de Minas Gerais"

04/01/2021 - O estudo recomenda reforços estruturais que ampliarão a capacidade de transmissão de energia do Sistema Interligado Nacional – SIN desde a região Norte de Minas Gerais até os principais centros de carga da região Sudeste.

EPE e MME divulgam caderno sobre a análise socioambiental da expansão do PDE 2030

04/01/2021 - O Caderno da Análise Socioambiental do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2030 apresenta um panorama das atividades e análises relativas ao tema Meio Ambiente no Plano. No Caderno, apresentam-se as premissas e etapas da análise socioambiental do PDE 2030 e os subsídios ambientais que auxiliaram na definição da expansão planejada para o horizonte decenal.