EPE publica Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural - PIPE

​A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, no dia 28/02/2024 às 09:00 h, realizou o evento de lançamento da terceira edição do Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural – PIPE. O PIPE compõe o conjunto de planos indicativos que a Diretoria de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (DPG) publica periodicamente como parte dos estudos de planejamento energético realizados pela EPE no setor de gás natural. 

O evento de lançamento foi realizado na sede da EPE pelo Presidente da EPE Thiago Prado, o Secretário de Nacional Substituto de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME Renato Dutra, a Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (DPG) da EPE Heloisa Borges e apresentação do analista de pesquisa energética Henrique Rangel com presença de diversos representantes de empresas do mercado de óleo e gás. O evento contou também com a apresentação dos trabalhos realizados pela DPG em 2023, apresentação do PIPE 2023 e Mesa de Debate: O FUTURO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL BRASILEIRA.

Na presente edição, o Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural – PIPE 2023 apresenta novos projetos de gasodutos de escoamento e unidades de processamento de gás natural (UPGNs) que podem vir a ser implementados nos próximos anos no país, de forma indicativa. O plano, que segue os objetivos do Programa Gás para Empregar, visa contribuir para o aumento da oferta de gás natural da União no mercado doméstico e para melhorar o aproveitamento e o retorno social e econômico da produção nacional de gás natura. A edição 2023 do plano estudou 8 projetos indicativos de gasodutos de escoamento (cerca de 1.500 km de extensão) dos quais 6 destes se encontram conectados a UPGNs (cerca de 80 milhões de m³/dia) enquanto 2 consideram processamento offshore do gás, diretamente nas plataformas de produção. Dentre os 8 projetos analisados, 5 são baseados em volumes de gás natural provenientes do Pré-sal, 3 baseados em volumes de gás natural provenientes do Pós-Sal e 1 projeto onshore. Os investimentos referentes aos projetos estudados totalizam pouco mais de R$ 24 bilhões. É estimado também um potencial de geração de quase 67 mil empregos, com um provável impacto de mais de R$ 14 bilhçoes no PIB do Brasil (0,15%), com base em todas as alternativas estudadas neste ciclo do plano indicativo.

Clique aqui para visualizar o documento do Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural – PIPE


Notícias Relacionadas

EPE debate sobre energia em Madrid

12/04/2024 - A Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, Heloisa Borges, viajou a Madrid, na Espanha, para participar da Fifth Annual Madrid Energy Conference, promovida pelo Institute of the Americas e pelo IPD Latin America, de 9 a 11 de abril. A conferência, cujo tema foi "Where Europe and Latin America Meet for Energy Dialogue", propõe-se a discutir as soluções de transição energética e a necessidade de equilibrar, no curto prazo, as exigências de segurança energética com o imperativo climático.

EPE visita o Laboratório de Biossintéticos do Senai na UFRJ

03/04/2024 - A equipe da EPE fez uma visita técnica ao Instituto de Inovação (ISI) em Biossintéticos e Fibras do SENAI CETIQT (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil), situado no Parque Tecnológico da UFRJ, na manhã desta terça-feira.

EPE participa de debate no Brazil Offshore Wind Summit 2024

27/03/2024 - O Brazil Offshore Wind Summit 2024, maior evento sobre energia eólica offshore do Brasil, contou com a participação da Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, Heloisa Borges, como moderadora no painel "Hub de Hidrogênio Verde: Avanço na Produção Brasileira”, realizado no segundo e último dia do evento, nesta quarta-feira, no Sheraton Grand Rio Hotel, no Rio de Janeiro.

EPE participa da reunião da CTGÁS

21/03/2024 - Atendendo a convite da Associação Brasileira de Agências Reguladoras (Abar), a Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, Heloisa Borges, proferiu uma palestra, de forma virtual, sobre "Perspectivas para o Gás Natural no Brasil"

EPE participa da CERAWeek 2024

18/03/2024 - A EPE está sendo representada pela Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, Heloisa Borges, na edição de 2024 da CERAWeek, uma das principais conferências globais da indústria de energia, realizada de 18 a 22 de março