EPE publica o Boletim de Conjuntura da Indústria do Petróleo do 1º Semestre/2019

Preços, rupturas em determinados produtores, superávit americano, recorde de produção brasileira, investimentos e desinvestimentos.  O setor petrolífero no Brasil e no mundo.

O MME divulgou as ações prioritárias para este ano e diversos eventos relevantes contribuíram para o cumprimento dessa agenda. Destaca-se a criação dos programas Abastece Brasil e Novo Mercado de Gás, bem como a atuação do CNPE visando à realização do leilão do excedente da Cessão Onerosa e à definição de diretrizes para promoção da concorrência e atração de investimentos. Ademais, a produção nacional de petróleo atingiu o seu recorde histórico de 2,73 milhões b/d em maio. A seção Conjuntura Brasil do Boletim registra de forma sucinta essas e outras ações ocorridas no País ao longo do 1º semestre de 2019.

A oferta mundial de petróleo permaneceu acima da demanda, a despeito do agravamento da crise na Venezuela, das sanções ao Irã e dos cortes da Opep+. Nesse contexto, o continente americano voltou a ser exportador líquido de petróleo, em grande parte, devido ao crescimento da oferta não convencional dos Estados Unidos. Os preços do petróleo oscilaram entre US$ 53/b e US$ 75/b, encerrando o 1º semestre de 2019 em US$ 68/b. A seção Conjuntura Internacional consolida com objetividade a discussão da geopolítica do petróleo entre janeiro e junho. O Boletim também registra os principais fatos relevantes do período.

A Argentina foi o destaque da seção Panorama, que apresenta a evolução da indústria petrolífera neste país e os fatores mais importantes para essa trajetória. As descobertas de reservas não convencionais de elevado potencial, a demanda regional de hidrocarbonetos e a movimentação de leilões de blocos exploratórios representam perspectivas promissoras para o desenvolvimento da indústria petrolífera argentina.  


Notícias Relacionadas

EPE finaliza cadastramento das soluções de suprimento para o Leilão dos Sistemas Isolados 2021

19/01/2021 - Foi concluído nesta sexta-feira, 15/01/2021, o cadastramento das soluções de suprimento para participação no Leilão para Suprimento aos Sistemas Isolados de 2021. As diretrizes do certame foram publicadas pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 341/2020 e estabelecem o atendimento a 23 localidades de 5 estados da região norte. O Leilão está previsto para ocorrer em abril de 2021 e o início de suprimento dos projetos deverá ocorrer até 1° de abril de 2023.

Leilões de Energia Nova A-3 e A-4 de 2021: EPE inicia cadastramento e publica orientações

19/01/2021 - O Ministério de Minas e Energia publicou a Portaria MME nº 1/2021 com as Diretrizes dos Leilões de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Empreendimentos Novos de Geração, denominados "A-3" e "A-4", de 2021. Poderão participar dos certames empreendimentos eólicos, fotovoltaicos, hidrelétricos menores que 50 MW e termelétricos a biomassa. Os empreendedores deverão cadastrar os projetos no Sistema AEGE e enviar os documentos necessários para habilitação na Empresa de Pesquisa Energética - EPE até às 12h do dia 26 de fevereiro de 2021. Para os referidos leilões, em razão das condições sanitárias, o envio da documentação deverá ser realizado exclusivamente por upload no ambiente virtual disponibilizado pela EPE.

Leilões de Energia Nova A-5 e A-6 de 2021: MME abre Consulta Pública e EPE publica NT de Aprimoramentos

19/01/2021 - O Ministério de Minas e Energia publicou, em 18/01/2021, a Portaria MME nº 480/2021 divulgando para consulta Pública as Diretrizes dos Leilões de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Empreendimentos Novos de Geração, denominados "A-5" e "A-6", de 2021. As contribuições para aprimoramento das Diretrizes serão recebidas pelo prazo de vinte dias contados da publicação da Portaria. A minuta do documentos prevê a participação de empreendimentos eólicos, fotovoltaicos, hidrelétricos e termelétricos, incluindo um produto dedicado a projetos de recuperação energética de resíduos sólidos urbanos. O Leilão está previsto para ser realizado em 30 de setembro de 2021.

EPE publica estudo de desempenho dinâmico do sistema, com foco na região Sudeste

18/01/2021 - O estudo recomenda reforços estruturais na região da fronteira entre os estados de São Paulo e Minas Gerais, por meio de equipamentos de compensação síncrona, que vão proporcionar o aumento da confiabilidade e flexibilidade operativa do sistema elétrico, principalmente em cenários de elevada importação de potência pela região Sudeste.

EPE divulga os Grupos de Estudos de Transmissão – GETs

14/01/2021 - Em atendimento às diretrizes do Art. 4º, § 3º, da Portaria MME nº 215/2020, a EPE divulga a seguir os Grupos de Estudos de Transmissão – GETs para funcionamento a partir de janeiro/2021. Poderão indicar representantes aos GETs os agentes que atenderem às regras dispostas no Art. 4º, § 2º, do normativo do MME.