EPE publica estudo sobre indisponibilidades de usinas termelétricas em operação.

​As indisponibilidades forçada e programada são parâmetros de desempenho que indicam a expectativa média de paradas de usinas ao longo de um período de operação.

Aplicadas aos contratos de energia no ambiente regulado, as indisponibilidades de novos empreendimentos são estabelecidas pelos seus proprietários. Estes valores são utilizados para a definição da garantia física e para a formação de cláusulas contratuais de geração elétrica, permanecendo inalterados durante toda a vigência do CCEAR.

No caso de contratação de energia de usinas existentes no ambiente regulado, as indisponibilidades adotadas para a garantia física e para fins contratuais passam a ser os valores realizados pela usina ao longo dos últimos 5 anos.

Diante do desenho de mercado vigente para usinas termelétricas, este estudo realiza uma análise das indisponibilidades forçada e programada verificadas pelo Operador Nacional do Sistema. Os dados verificados são avaliados em relação a parâmetros como tempo de operação, tipo de combustível, nível de inflexibilidade, ambiente de contratação e CVU. Adicionalmente, as indisponibilidades verificadas  são confrontadas com valores estabelecidos em contratos, com atenção especial às termelétricas a gás natural.

Espera-se que os resultados deste trabalho ofereçam subsídios para estudos de adequabilidade do sistema elétrico, bem como para a modernização de contratações de energia e capacidade.

 Estudo sobre Indisponibilidades de Usinas Termelétricas em Operação. 


Notícias Relacionadas

EPE publica Estudo de Alternativas para Suprimento a Fernando de Noronha

06/12/2021 - Fernando de Noronha é um paraíso natural que atrai um grande número de turistas todo ano. A ilha é considerada um Sistema Isolado do ponto de vista elétrico, pois não está conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Nesse sentido, a geração de energia elétrica no local é realizada a partir de uma usina termelétrica a óleo diesel. Conforme estudos de Planejamento dos Sistemas Isolados conduzidos pela EPE, a partir das informações disponibilizados pelas distribuidoras, está previsto um importante crescimento da carga da ilha nos próximos anos, o que deverá resultar na necessidade de expansão do atual parque gerador.

EPE é certificada no nível 2 no 5º ciclo do IG-SEST

02/12/2021 - Em cerimônia realizada ontem pelo Ministério da Economia, a EPE recebeu o certificado referente ao 5° Ciclo de avaliação do indicador IG-SEST. Dentre as 60 empresas estatais participantes, somente 31 foram certificadas. A EPE foi classificada no nível 2, com nota global 8,55. Além disso, a EPE obteve pontuações acima da mediana para todos os temas avaliados.

EPE e MME publicam o Caderno de Gás Natural do PDE 2031

01/12/2021 - No horizonte de 2021 a 2031, as previsões de oferta de gás natural no Brasil se mantiveram otimistas, dadas as perspectivas trazidas pelo Novo Mercado de Gás para o setor e o novo marco setorial consolidado com a Nova Lei do Gás e seu Decreto Regulamentador.

Resenha Mensal: O consumo de eletricidade no Brasil em outubro de 2021 apresentou recuo de 0,5% em relação ao mesmo mês de 2020

30/11/2021 - O consumo nacional de eletricidade em outubro foi de 42.621 GWh, recuo de 0,5% em comparação com mesmo período de 2020 e o primeiro mês em 2021 com retração, na comparação interanual. Ainda assim, outubro anota o segundo maior consumo de 2021. Responsável pela retração no mês, a redução do consumo nas residências superou a expansão no comércio e na indústria. O consumo acumulado em 12 meses totalizou 498.769 GWh, expansão de 5,1% comparado ao período anterior.

Webinar - Lançamento do Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás Ciclo 2019-2021

30/11/2021 - O lançamento da sexta edição do estudo Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás já tem data marcada: 13/12/2021, às 18h. O Estudo contínuo realizado em ciclos bianuais pela EPE, é uma importante ferramenta que apoia o Ministério de Minas e Energia (MME) na elaboração do planejamento energético, e completa em 2021, 10 anos de publicação.