EPE publica Brazilian Oil & Gas Report 2020/2021

Conjuntura e tendências do setor petrolífero brasileiro ao longo dos últimos doze meses.

RIO DE JANEIRO – A pandemia de Covid-19 teve um impacto considerável na demanda brasileira de petróleo e gás, afetando os investimentos no setor. No entanto, a economia vem se recuperando, com a demanda chegando próxima aos picos anteriores, mesmo com o transporte aéreo e a mobilidade ainda defasados.

A produção nacional de petróleo e gás ainda não recuperou os picos anteriores, mas novos FPSOs já estão sendo desenvolvidos e diversos receberam FIDs recentemente. A Petrobras e outras majors estão anunciando investimentos recordes nos campos do pré-sal, apesar de investimentos em outros países ainda não terem se recuperado. Melhorias no processo licitatório, ativos competitivos, projetos resilientes, recursos de classe mundial e segurança jurídica permitiram ao Brasil considerar novas rodadas de licenciamento. Diante desses desdobramentos, a EPE projeta um crescimento considerável, com produção do país estimada em 5,2 milhões de b/d de óleo e 1,6 milhão de boe/d de gás natural em 2030.

O mercado de gás natural passa por um processo de abertura que atrai cada vez mais concorrência, players e novos investimentos. Novas empresas passaram a operar e diversificar suas atividades, e o acesso de terceiros também se tornou mais amplo, permitindo que mais empresas utilizem a infraestrutura da Petrobras, o que por sua vez estimula mais oferta, promovendo mais demanda. Combinado com as importações de GNL se tornando mais relevantes e os dutos do pré-sal permitindo que mais gás natural chegue às costas do Brasil, o mercado tende a aumentar em tamanho e eficiência. O setor de refino também está se tornando menos concentrado, com a Petrobras concluindo a venda de duas das oito refinarias colocadas à venda. Estas transações devem contribuir para acelerar as melhorias no refino brasileiro, gerando mais investimentos.

Clique aqui e confira!

Notícias Relacionadas

Relatório do Estudo de Suprimento às Regiões de Açailândia, Buriticupu, Vitorino Freire e Dom Eliseu

19/10/2021 - O Relatório R1 EPE-DEE-RE-022/2021-rev0 recomenda um conjunto de reforços estruturais para atendimento às regiões de Açailândia, Buriticupu e Vitorino Freire, no estado do Maranhão e Dom Eliseu no estado do Pará. O suprimento elétrico dessas regiões é realizado atualmente por sistemas com características radiais, com elevada extensão e que se originam das subestações de fronteira de Imperatriz, Miranda II, Marabá e Peritoró.

Webinar - Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil: Avançando com eficiência

15/10/2021 - A Agência Internacional de Energia (IEA), o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) convidam para o webinar: Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil: Avançando com eficiência O webinar será realizado em inglês na quinta 28 de Outubro das 10:00-11:15 (Brasília, UCT-3) / 15:00-16:15 (Paris, UTC+2) via Zoom da sede da IEA em Paris, França.

EPE publica Projeções dos Preços dos Combustíveis Líquidos para Atendimento aos Sistemas Isolados e Usinas da Região Sul em 2022.

14/10/2021 - A EPE elaborou Nota Técnica com os cálculos e as premissas que embasaram as projeções, para o ano de 2022, dos preços dos combustíveis líquidos usados na geração de energia elétrica em Sistemas Isolados e usinas da Região Sul, a fim de dar suporte à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nas estimativas de previsão orçamentária da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC).

EPE publica revisão 1 do Estudo “Expansão da Capacidade de Transmissão da Região Norte de Minas Gerais”

07/10/2021 - A revisão teve como objetivo incorporar aprimoramentos e dados obtidos durante a execução dos relatórios complementares R2, R3, R4 e R5 associados, atualizar a configuração da LT 500 kV Janaúba 3 – Janaúba 6 de CS para CD, incluir a recomendação de reatores de barra nas novas subestações de Rede Básica recomendadas originalmente, como: Nova Ponte 3, Capelinha 3, Buritizeiro 3, Janaúba 6 e Jaíba 500 kV, incluir avaliação dos parâmetros elétricos das linhas de transmissão de SIL elevado - superior a 1670 MW, dentre outros ajustes.

EPE publica Nota Técnica “Avaliação do controle de tensão no sistema elétrico do estado do Acre”

07/10/2021 - A nota técnica teve como objetivo analisar os benefícios da recomendação de reforços que garantam maior confiabilidade e flexibilidade operativa em cenários de indisponibilidade prolongada de equipamentos de controle de tensão no Acre, visando prover uma maior segurança operativa para o controle de tensão nos sistemas de transmissão do estado.