EPE e MME disponibilizam Mapa Estratégico para desenvolvimento do mercado de veículos médios e pesados movidos a gás natural e biometano

​A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e o Ministério de Minas e Energia (MME) divulgam, nesta terça-feira (14/02), um mapa estratégico (roadmap) para promoção do mercado emergente e sustentável de veículos médios e pesados, como ônibus, caminhões e tratores, movidos a gás natural e biometano. O desenvolvimento desse mercado pode trazer diversos benefícios, como redução de emissões, possibilidade de diminuição do custo de frete e desenvolvimento do mercado de gás natural, com interiorização desse energético.

Em março de 2019, os governos do Brasil e dos Estados Unidos deram início a uma iniciativa de cooperação bilateral denominada Fórum de Energia EUA-Brasil (USBEF). Presidido pelo MME e pelo Departamento de Energia dos EUA (U.S. DOE), o USBEF busca fortalecer a relação entre os dois países nas indústrias de energia por meio de colaboração em questões técnicas, regulatórias e de política de interesse mútuo. A parceria prevê também a contribuição na redução das barreiras críticas ao comércio e investimento bilateral de energia.

Uma das iniciativas acordadas foi o desenvolvimento do roadmap, patrocinado pelo U.S. DOE e elaborado em parceria com um de seus laboratórios nacionais, o Argonne National Laboratory. Os documentos resultantes desse trabalho constituem importantes subsídios para o desenho e o aperfeiçoamento de políticas energéticas, como o Novo Mercado de Gás e outras, desenvolvidas em nível estadual, bem como para políticas de descarbonização no setor de transportes do Brasil, como o Combustível do Futuro.

Pelo lado brasileiro, a iniciativa contou com a organização da EPE e teve ampla participação do setor público, agentes da indústria de gás natural, operadores de frota, fabricantes de veículos, fornecedores de componentes e equipamentos de GNV (gás natural veicular), fornecedores de combustíveis e sociedade civil. O projeto teve início em 1º de novembro de 2020 e terminou em agosto de 2021, quando foi realizado o workshop de conclusão do trabalho.

Acesse aqui os documentos


site.png



Notícias Relacionadas

Emissões de gases de efeito estufa em reservatórios hidrelétricos

26/05/2022 - As usinas hidrelétricas, historicamente, sempre foram vistas como uma das principais opções de geração de energia renovável com baixas emissões. Todavia, ultimamente cresceram os questionamentos de que as emissões atribuídas a uma usina hidrelétrica poderiam ser expressivas ao se contabilizar aquelas associadas aos reservatórios. Tais questionamentos impulsionaram uma gama de estudos a fim de se aprofundar sobretudo na dinâmica do carbono em reservatórios hidrelétricos, a partir de métodos de medição das emissões nos diversos processos observados.

EPE participa da inauguração de projeto de pesquisa capaz de produzir energia e água destilada em locais remotos

25/05/2022 - O Presidente da EPE, Thiago Barral, participou no dia 23 de maio, na Coppe/UFRJ, da inauguração de projeto de pesquisa que consiste numa Ilha de Policogeração Sustentável. O projeto combina diversas tecnologias e é capaz de produzir simultaneamente eletricidade e água destilada, com potencial para produção de outros co-produtos, como biocombustivel.

Leilões de Energia Nova A-5 e A-6 de 2022: EPE divulga Resultado do Cadastramento dos Projetos

24/05/2022 - Foi concluído, em 11/05/2022, o cadastramento dos projetos para participação nos Leilões de Energia Nova A-5 e A-6 de 2022. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria Normativa nº 41/GM/MME/2022

EPE lança “BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia”

23/05/2022 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE lança a BiodivEPE - Biodiversidade no planejamento de projetos de energia. Uma ferramenta interativa elaborada com recursos de SIG - Sistema de Informações Geográficas.

Relatório Anual Integrado 2021 da EPE já está disponível para consulta

23/05/2022 - De acordo com a Lei nº 13.303/2016, popularmente conhecida como "Lei das Estatais", a divulgação anual de relatório integrado é obrigação prevista para todas as empresas estatais, como é o caso da EPE. Nesse contexto, como parte do seu compromisso com a transparência, a EPE torna público o Relatório Anual Integrado 2021, documento que unifica os relatórios da administração e de gestão em um só documento, sendo importante componente do processo de prestação de contas anuais pela EPE.