Acompanhamento do mercado de energia elétrica - outubro/2017

​O consumo nacional de energia elétrica ainda se mantém abaixo dos níveis observados em 2014, a despeito da recuperação observada nos últimos meses. As sucessivas quedas do consumo industrial desde 2013, influenciadas pelo cenário econômico desfavorável, compensaram os crescimentos observados nas demais classes (residencial, comercial e outras classes). Nessas classes, o impacto da conjuntura econômica adversa se traduziu em avanços menores que aqueles registrados no histórico. Na baixa tensão, especialmente na classe residencial, ressalta-se também os efeitos do choque tarifário de 2015 (reajustes extraordinários combinados a ajustes anuais mais elevados).