Reunião sobre o Acordo Operacional EPE/ ONS reforça a importância do instrumento para melhoria dos processos das instituições e marca o início das atividades em 2018

Na última segunda-feira, 29 de janeiro, a EPE e o ONS iniciaram a agenda de atividades para 2018 do seu Acordo Operacional, instrumento mantido desde 2009 com a finalidade de receber elementos e subsídios necessários ao desenvolvimento das atividades relativas ao planejamento do setor elétrico e ampliar a atuação integrada e cooperativa entre as duas instituições.;

Os trabalhos foram iniciados em reunião da Comissão Mista, instância máxima de decisão do Acordo, realizada no Escritório Central do Operador. Pela EPE, estiveram presentes o presidente Luiz Barroso e o diretor Amilcar Guerreiro, a assessora da presidência e secretaria executiva do Acordo Angela Livino; pelo ONS, o diretor-geral Luiz Eduardo Barata Ferreira; o diretor de operações, Ronaldo Schuck, o diretor de planejamento Francisco Arteiro e o secretário geral, Marcelo Prais. Também participaram da reunião todos os coordenadores técnicos das áreas de geração, mercado, transmissão, hidrologia, metodologias e fontes renováveis e recursos distribuídos das duas instituições e os representantes das áreas jurídicas.

Na ocasião, cada coordenação executiva que integra o Acordo Operacional apresentou um resumo das ações realizadas ao longo de 2017 e os planos para este ano, cuja principal meta é aprimorar a padronização e no fluxo de troca de dados relevantes para o cotidiano das atribuições das instituições, visando contribuir com a melhoria dos estudos de transmissão, geração e projeção de mercado, dentre outros.


Notícias Relacionadas

Webinar: Múltiplos Benefícios da Eficiência Energética

12/09/2018 - Com apoio da EPE e do MME, no próximo dia 19/09/2018, a Agência Internacional de Energia (AIE) promoverá webinar sobre os múltiplos benefícios da eficiência energética. O foco tradicional para promoção da eficiência energética normalmente acaba por desconsiderar benefícios tais como contribuição à sustentabilidade do setor energético, desenvolvimento social e econômico e benefícios ambientais, entre outros.

Resenha Mensal: Consumo de eletricidade subiu 1,4% em julho

31/08/2018 - O consumo de eletricida-de na rede totalizou 37.894 GWh em julho, volume 1,4% maior que o registrado nesse mês em 2017. Houve aumento no Su-deste (+2,0%) e Sul (+2,4%), regiões que concentram por volta de 70% do mercado de ele-tricidade no país, e tam-bém no Centro Oeste (+3,2%) e Nordeste (+2,2%), enquanto caiu o consumo no Norte (-7,6%).

Divulgação do relatório do GT Metodologia | CPAMP

31/08/2018 - A EPE, na condição de coordenadora do GT Metodologia- CPAMP, divulga o relatório “Representação da Árvore de Cenários e Variabilidade Amostral”. Em breve será feita divulgação de data da reunião ampla com os agentes, para discussões com relação ao material apresentado e também com relação ao cronograma das atividades neste novo ciclo de trabalho 2018/2019.

Com apoio da EPE e do MME, a Agência Internacional de Energia (AIE) promoveu uma palestra sobre Instrumentos de mercado para eficiência energética

28/08/2018 - No âmbito da parceria entre a EPE e a Agência Internacional de Energia (IEA), ocorreu no dia 21 de agosto o Seminário sobre Market Based Instruments proferido pela especialista em Eficiência Energética da Agência, Edith Bayer. A apresentação fez parte de um ciclo de webinars e palestras sobre Eficiência Energética que, desta vez, a EPE teve a honra de receber presencialmente.

Ferramenta para cálculo da garantia física de hidrelétricas e termelétricas

28/08/2018 - EPE disponibiliza a planilha chamada "EASSEG_NW22_r1.xls" que contém o procedimento para cálculo do rateio da carga crítica do sistema baseado na ponderação, pelo Custo Marginal de Operação – CMO, das gerações obtidas na simulação para cada série sintética de energias afluentes. Esta é uma das etapas de cálculo da garantia física de usinas despachadas centralizadamente.