Resenha Mensal: alta 4,6% no consumo de energia elétrica em fevereiro.

Houve crescimento de 4,6% no consumo de eletricidade entre fevereiro de 2019 e esse mês em 2018, elevando o volume fornecido através das redes das distribuidoras a 41.162 GWh no mês. No acumulado de doze meses a alta foi de 1,7% e o volume foi de 475.736 GWh. Destaca-se a forte expansão do mercado regulado das distribuidoras, de +6,3% em fevereiro, o que determinou o retorno do volume acumulado em 12 meses ao mesmo nível de igual período imediatamente anterior. No mercado de livre contratação a variação no mês ficou em +0,9%, e no acumulado de 12 meses encerrados em fevereiro em +5,2%. A variação do consumo total conforme as regiões do país repetiu o movimento registrado em janeiro, com apenas o Norte apresentado retração de 9,3%, que foi majoritariamente determinada pela queda do consumo industrial no segmento de metalurgia dos metais não ferrosos (-22,4%).

Proporcionalmente, a maior expansão ocorreu no Centro-Oeste (+9,1%), onde todas as classes tiveram alta. Na região Nordeste, o crescimento foi de +6,9%, no Sul de +6,5% e no Sudeste de +4,4%. No que diz respeito ao consumo por classes em fevereiro, a maior alta foi verificada na Residencial (+9,2%), seguida da Comercial (+7,2%) e Outras (+7,7%), que também nesse período foram favorecidas pelas altas temperaturas, com a ocorrência de muitos dias de calor acima de 28ºC na maioria das capitais do país. A classe Industrial (-2,1%) teve o desempenho impactado pela retração dos segmentos extrativo mineral metálico (-16,4%), fabricação de papel de celulose (-5,6%) e metalurgia (-5,5%).

Nos links a seguir, além de poder baixar o arquivo da Resenha, você também pode ouvir o nosso podcast com comentários sobre o documento.



Infográfico Resenha Março_19.png

Notícias Relacionadas

EPE cadastra 1.829 empreendimentos para o Leilão A-6 de 2019 e bate recorde de oferta com mais de 100 GW

11/06/2019 - Foi concluído nesta terça-feira, 11/06/2019, às 12h00, o cadastramento dos projetos para participação no Leilão de Energia Nova “A-6” de 2019. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 222, de 06 de maio de 2019, o Leilão está previsto para ser realizado em 17 de outubro, com participação das fontes eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa, carvão mineral nacional e gás natural e hidrelétrica com capacidade instalada de 1 a 50 MW.

EPE promove Workshop de Planejamento do atendimento aos Sistemas Isolados - ciclo 2019

10/06/2019 - A EPE promoveu no dia 7 de junho o Workshop de Planejamento de Atendimento aos Sistemas Isolados dando início ao ciclo de 2019. Além da EPE, o evento contou com a participação do MME, ONS, CCEE e dos Agentes de Distribuição, que são os responsáveis pelo envio do planejamento do atendimento ao seu mercado consumidor.

EPE participa da 7ª edição do UK & Brazil: Partners in Energy

07/06/2019 - A 7ª edição do UK & Brazil: Partners in Energy, que aconteceu entre os dias 3 e 5 junho de 2019, no Rio de Janeiro. O evento é uma ação promovida pelo governo britânico no lançamento de nova fase de colaboração com o Brasil na área de energia.

Usinas Híbridas: EPE Publica a Nota Técnica “Usinas Híbridas no Contexto do Planejamento Energético”

07/06/2019 - Dando prosseguimento à discussão sobre usinas híbridas, iniciada pelas Notas Técnicas “Avaliação da geração de usinas híbridas eólico-fotovoltaicas - Proposta metodológica e estudos de Caso”, e “Usinas Híbridas - Uma análise qualitativa de temas regulatórios e comerciais relevantes ao planejamento”, e continuada no Workshop “Usinas Híbridas no SIN”, esta Nota Técnica traz ao debate questões levantadas recentemente, após a publicação dos documentos anteriores, sobre as chamadas usinas híbridas.

EPE participa do CWC World Gas Series: Brazil & The Americas Summit

06/06/2019 - A conferência CWC World Gas Series: Brazil & The Americas Summit aconteceu entre os dias 20 e 22 de maio de 2019 no Rio de Janeiro, no Belmond Copacabana Palace. O superintendente de Gás Natural e Biocombustíveis Giovani Machado, o diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais Erik Rego, e os analistas Jorge Bezerra (SEG) e Luiz Paulo Barbosa (SGB) representaram a EPE.