Personalidades do setor energético brasileiro foram homenageadas no Oscar da Energia

Terceira edição do 100 Mais Influentes da Energia aconteceu na noite de quinta-feira (06/12) na capital paulista, com presença de autoridades do setor.

Um evento setorial para fechar com chave de ouro o ano de 2018. Na noite da última quinta-feira (6 de dezembro), no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP), mais de 350 pessoas prestigiaram o "100 Mais Influentes da Energia", que homenageou cem personalidades de vários segmentos do setor energético brasileiro. Premiação promovida há três anos pelo Grupo Mídia e pela Revista Full Energy e que já é conhecido como o "Oscar da Energia" no Brasil. Subiram ao palco para receber o troféu autoridades públicas, executivos de entidades representativas, pesquisadores e executivos dos maiores players do segmento no país.

 No evento foram homenageadas as personalidades que mais se destacaram ao longo do último ano em dez diferentes categorias, como Gestão, Indústria, Eficiência Energética, Geração, Tecnologia e Entidades Setoriais. Para a definição dos premiados, a escolha foi criteriosa: se iniciou com votação pelo da Revista Full Energy, contou com pesquisa de mercado e foi concluída por análise do Conselho Editorial da revista.

Destacamos as premiações recebidas por Reive Barros, Presidente da EPE e  José Mauro Coelho, Diretor de Estudos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

A solenidade de premiação foi aberta por Edmilson Jr. Caparelli, CEO do Grupo Mídia. Ele falou sobre as perspectivas positivas para o próximo ano do setor e sobre o crescimento da vertical Energia para os negócios da empresa..

Como já é tradição, várias autoridades prestigiaram a solenidade de premiação do 100 Mais Influentes da Energia 2018, como Márcio Félix, secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME); Reive Barros, presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE); Wilson Ferreira Jr, presidente da Eletrobras; Eduardo Azevedo, secretário de planejamento energético do MME; e o Vice-Almirante Wladmilson Borges, Chefe do Estado-Maior do Comando de Operações Navais da Marinha do Brasil.

Na abertura da solenidade, Márcio Félix destacou o avanço do setor energético brasileiro nos últimos dois anos e mostrou-se otimista com o novo governo brasileiro, que assume a partir do próximo ano. Já Wilson Ferreira Jr sublinhou que, no setor energético, "muito é possível fazer se tivermos vontade de realizar". Ele relatou o trabalho que desenvolveu ao longo dos últimos anos à frente da Eletrobras, retomando a saúde financeira e a competitividade da companhia. "Nesse fim de ano, às vésperas de novo governo, que se renovem nossas esperanças e que nos inspiremos nos trabalhos bem-sucedidos que têm sido desenvolvidos. "

O número de participantes da solenidade de premiação do 100 Mais Influentes da Energia superou todas as expectativas dos organizadores. O evento, que reuniu os maiores gestores do setor energético brasileiro, contou com uma homenagem póstuma ao professor Antônio Dias Leite, ex-Ministro de Minas e Energia e um dos responsáveis pelas negociações para a implantação da Hidrelétrica de Furnas. Um momento emocionante, de tributo a uma das figuras mais importantes da história do setor elétrico do país.   

LISTA DOS HOMENAGEADOS E IMAGENS DA SOLENIDADE

Reive Barros 100 mais influentes.png

Confira o link da última edição da Revista Full Energy, sobre os 100 homenageados na solenidade.

neste link, já estão disponíveis algumas fotos do evento e da solenidade de premiação.

47571742_2091854567524740_7855208031460524032_n.jpg



Notícias Relacionadas

EPE participa do debate de governança do mercado livre de energia

21/03/2019 - Casos de comercializadoras que não entregaram o que venderam trouxeram à tona temas essenciais para o desenvolvimento do mercado livre de energia, incluindo avançar em uma solução efetiva ao risco hidrológico – mais conhecido como GSF (Generation Scaling Factor) –, em uma nova governança e em maior transparência. Esses foram os principais pontos em análise no club meeting promovido pelo GRI Club Infra nesta quarta-feira, 20/03, no escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados em São Paulo.

EPE apresenta relatório técnico à prefeitura de Iracema

20/03/2019 - Representantes técnicos da EPE - Empresa de Pesquisa Energética foram recebidos pelo chefe de gabinete Waldemir Sousa na manhã desta terça-feira, 19 de março, para tratar de assuntos relacionados a continuidade da elaboração do relatório ambiental e social que dará o aval ou não da expedição da licença prévia para construção da hidrelétrica bem querer.

EPE participa do Workshop de Infraestrutura – Aperfeiçoamentos do Mercado de Geração Hídrica

20/03/2019 - Chuvas abaixo da média e mudanças estruturais no setor elétrico têm causado impactos relevantes nos geradores hidrelétricos, no funcionamento do mercado e no bolso dos consumidores. Diante desse cenário, a Federação das Indústria de São Paulo ( fIESP) organizou um workshop para discussão de ajustes no atual modelo regulatório e de aperfeiçoamentos na formação de preços, na alocação de riscos e na operação do sistema.

Cenário de crise hídrica amplia discussão sobre segurança energética | Reportagem especial do CanalEnergia

18/03/2019 - Com a escassez de chuvas nos últimos anos, especialmente no Nordeste do país, a discussão sobre segurança hídrica x produção de energia elétrica tem se tornado cada vez mais relevante, dado o potencial de conflto que o tema pode gerar. Dados atualizados do último boletim de conjuntura da Agência Nacional de Águas mostram que no ano passado 37,9 milhões de pessoas foram afetadas por secas, contra 3 milhões de atingidos por cheias e inundações. A agencia editou cinco resoluções de restrição ou suspensão de uso da água em 2018

EPE publica documento de perguntas e respostas (FAQ) para o Leilão A-4 de 2019

18/03/2019 - A EPE elaborou um documento com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos agentes sobre o cadastramento e habilitação técnica dos projetos para o Leilão A-4 de 2019, previsto para ser realizado em 27/06/2019. Questionamentos acerca dos prazos, aproveitamento dos projetos habilitados em leilões anteriores, margem de escoamento e outras dúvidas são respondidas no documento.