MME abre Consulta Pública do Plano Decenal de Energia 2027

Está disponível até 27 de novembro a Consulta Pública do Plano Decenal de Expansão de Energia 2027 (PDE 2027). O documento é o resultado dos estudos de planejamento setorial realizado pelas equipes técnicas do Ministério de Minas e Energia (MME) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Os estudos sinalizam que a Oferta Interna de Energia (OIE), energia necessária para movimentar a economia, atinge o montante de 371 milhões tep (Mtep) em 2027, resultando em um crescimento de 2,4% ao ano. Desse montante, as fontes renováveis podem chegar a uma participação de 48% em 2027.

Para elaboração do PDE 2027, foi priorizada a participação de fontes renováveis no atendimento ao crescimento do consumo de energia, o que mantém o compromisso brasileiro de promover seu crescimento econômico apoiado em uma matriz energética limpa, aderente a Política Nacional sobre Mudanças do Clima (PNMC) e aos demais compromissos internacionais firmados pelo Brasil. A expansão da oferta e do consumo de energia prevista no PDE 2027, disponibilizado para Consulta Pública, atende à meta expressa para o setor de energia em termos do valor absoluto de emissões de gases efeito estufa no ano 2020.

Os investimentos em infraestrutura energética para suprir a expansão necessária até 2027 alcançam R$ 1,8 trilhões. Petróleo e gás deverão absorver 76,1% dos investimentos, geração e transmissão de energia elétrica 21,7%, e os destinados ao aumento da oferta de biocombustíveis 2,3%.

A expansão da capacidade instalada de geração elétrica do Sistema Interligado Nacional (SIN) prevista para o horizonte decenal é de 54,6 GW, sendo que 59% desse montante referem-se a fontes renováveis e 71% a fontes renováveis não hídricas.

Com relação à transmissão de energia elétrica, é previsto no PDE um acréscimo de 55,2 mil km em linhas de transmissão, e um acréscimo de 176,6 GVA em capacidade de transformação.

Nesta edição, além do cenário de expansão de referência, o PDE 2027 conta com análises de sensibilidade para antever as consequências de futuras contingências que venham a afetar o setor elétrico, incluindo um cenário de retomada rápida da economia nacional, outro que emprega geração termelétrica com gás natural proveniente do Pré-Sal. Além disso, estão divulgados juntamente com a proposta do Plano, documentos técnicos que apresentam o detalhamento metodológico relativo ao processo de planejamento.

A obtenção dos documentos e informações relacionadas ao PDE 2027, bem como o envio das contribuições para o aprimoramento da proposta serão recebidas até 27 de novembro de 2018, por meio do portal de  Consultas Públicas do Ministério de Minas e Energia.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério de Minas e Energia

Plano Decenal de Expansão de Energia 2027

Notícias Relacionadas

EPE realiza I Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

22/05/2019 - A primeira edição de 2019 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM correu nos dias 09 e 10 de maio. Os encontros promovidos pela COPAM têm como objetivo a troca de experiências e informações entre os agentes e a EPE.

EPE, ONS e ANEEL divulgam revisão 2 da Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão A-4/2019

22/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a revisão 2 da Nota Técnica 0046/2019, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento deste leilão.

EPE publica estudo de expansão da transmissão para as Regiões de Cruzeiro do Sul e Feijó, no Acre

20/05/2019 - Foi finalizado no primeiro trimestre de 2019 o estudo de integração de Cruzeiro do Sul e Feijó ao Sistema Interligado Nacional, elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA).

EPE participa de debate sobre Preços de Liquidação de Diferenças

17/05/2019 - O Workshop Internacional sobre Limites de Preços do Mercado de Curto Prazo, organizado pela ANEEL, aconteceu dia 15 de maio em São Paulo, no auditório da FIESP. O objetivo do encontro era debater a definição de limite do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) no Mercado de Curto Prazo, tema previsto para a Agenda Regulatória 2019-2020. O presidente da EPE, Thiago Barral, participou do painel 1, com o tema “Visão das Instituições Públicas”.

Leilão A-6 de 2019: EPE disponibiliza Informe Técnico sobre Preços de Referência dos Combustíveis para as Usinas Termelétricas

17/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza, no link abaixo, o Informe Técnico com as referências de preços de combustíveis para o Leilão de Energia A-6/2019. O Informe Técnico nº 030/2019 apresenta as informações que subsidiam a determinação do Custo Variável Unitário (CVU), que será utilizado na definição da Garantia Física (GF), dos valores esperados do Custo Variável da Operação (COP) e do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos projetos termelétricos, com vistas à participação no referido certame.