Ministro assina Portaria com princípios governamentais a partir de contribuições da sociedade

Princípios para Atuação Governamental no Setor Elétrico

Ministro assina Portaria com princípios governamentais a partir de contribuições da sociedade

Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, assinou ontem, 13 de março de 2018, a Portaria Nº 86/GM, que divulga os Princípios para Atuação Governamental no Setor Elétrico. O documento foi elaborado a partir das contribuições recebidas da sociedade na Consulta Pública nº 32, de 2017, analisadas na Nota Técnica nº 3/2018/SE.

Os dez princípios, calcados na eficiência, na equidade e na sustentabilidade das ações governamentais, são:

1. respeito aos direitos de propriedade, respeito a contratos e intervenção mínima;

2. meritocracia, economicidade, inovação e eficiência (produtiva e alocativa, do curto ao longo prazo) e responsabilidade socioambiental;

3. transparência e participação da sociedade nos atos praticados;

4. isonomia;

5. priorização de soluções de mercado frente a modelos decisórios centralizados;

6. adaptabilidade e flexibilidade;

7. coerência;

8. simplicidade;

9. previsibilidade e conformidade dos atos praticados; e

10. definição clara de competências e respeito ao papel das instituições.

A divulgação de princípios claros para a atuação governamental no setor elétrico é mais um avanço na governança e na transparência do setor. A medida facilita o diálogo entre a sociedade e o Ministério, pois orienta as expectativas dos agentes econômicos atuantes no setor, sejam eles consumidores, produtores ou prestadores de serviços. O comprometimento com esses princípios aumenta a previsibilidade, reduzindo riscos e atraindo investimentos.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério de Minas e Energia

Para acessar o conteúdo completo da NOTA TÉCNICA Nº 3/2018/SE que trata do Relatório “Princípios para Reorganização do Setor Elétrico Brasileiro e destaca o papel de apoio técnico da EPE ao MME  acesse aqui.

Notícias Relacionadas

Diretor da EPE, José Mauro Coelho, fez visita técnica às instalações da Empresa Hytron

16/07/2018 - Esta visita faz parte do Projeto “Combustíveis Alternativos sem Impactos Climáticos” (ProQR), do qual a EPE faz parte do Comitê Consultivo como uma das representantes do governo brasileiro.

EPE participa da 6ª audiência pública com a Comissão de Mudanças Climáticas no Senado

12/07/2018 - Diretor de Petróleo Gás e Biocombustíveis da EPE, José Mauro Coelho, debate sobre o programa RenovaBio com a comissão de Mudanças Climáticas. A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) promoveu uma audiência pública interativa sobre o RenovaBio.

Nota discute impactos dos Recursos Energéticos Distribuídos no planejamento energético

12/07/2018 - Com visão de longo prazo voltada para as transformações pelas quais os mercados de energia elétrica vêm passando, a EPE publica Nota de Discussão com o objetivo de identificar desafios para o planejamento energético e explorar caminhos para lidar com as perspectivas de aumento na inserção de recursos energéticos distribuídos.

Cerimonial de Lançamento Cenários de Oferta de Etanol e Demanda de Ciclo Otto 2018- 2030

12/07/2018 - Ocorreu na manhã do dia 12/07/2018, no auditório da EPE, o cerimonial de lançamento Cenário de Oferta de Etanol e Demanda de Ciclo Otto que contou com a participação e abertura do presidente Reive Barros, do Diretor da DPG, José Mauro Coelho, do Dr. Dirceu Cardoso Amorelli Junior, Diretor da Diretoria 3 da Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Com apoio da EPE, webinar sobre consumo de energia com ar condicionado é promovido pela Agência Internacional de Energia

11/07/2018 - Webinar inaugura série focada no tema da eficiência energética A Agência Internacional de Energia (AIE), à qual o Brasil se associou no ano passado, promove no próximo dia 25 de julho, com apoio da EPE e do MME, um webinar sobre o relatório “The Future of Cooling - Opportunities for energy efficient air conditioning” (O Futuro da Climatização: Oportunidades para condicionamento de ar energeticamente eficiente), publicado em maio deste ano pela AIE.