Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano se inicia nesta quarta-feira, 6 de junho

Principal evento de Biogás e Biometano no Sul do Brasil acontece no período de 6 a 8 de junho. O Fórum Sul Brasileiro apresenta debates e mesas-redondas para discussões sobre o tema e o lançamento de projeto inédito do biogás na agroindústria brasileira

O Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano começa nesta quarta-feira, 6 de junho, e dura até a próxima sexta-feira, 8 de junho. O principal evento de Biogás e Biometano no Sul do Brasil acontece no Golden Park Internacional, em Foz do Iguaçu-PR. Palestras, mesas-redondas e visitas técnicas compõem a programação do Fórum e possibilitam a discussão sobre estruturação da cadeia de suprimentos, tecnologia, formação de mão de obra, mercado e organização para o desenvolvimento do setor.

O objetivo do evento é disponibilizar para o público um espaço para discussão sobre a produção e o uso do biogás como fonte de energia e, especialmente, sobre a mitigação das barreiras existentes e o potencial de desenvolvimento desse setor na região Sul. O Fórum reúne empresários, gestores de órgãos públicos, profissionais, pesquisadores, estudantes e pessoas interessadas na indústria do biogás e biometano. Por parte da EPE, participou o diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro Ferreira, que palestrou sobre O Potencial do Biogás: Oportunidades e Desafios

WhatsApp Image 2018-06-06 at 14.30.59.jpeg

O debate desta quarta apresenta mesas-redondas que abordam sobre panorama sul-americano do biogás e biometano, políticas públicas, tecnologias e processos para produção de biogás e geração de energia, e sobre mercados potenciais. Outro destaque do evento foi o lançamento do projeto GEF, “aplicações de biogás na agroindústria brasileira”, que conta com recursos do Fundo Global do Meio Ambiente (Global Environment Facility, GEF, sigla original em inglês) e a exposição do carro movido a biometano. 


WhatsApp Image 2018-06-06 at 14.57.30.jpeg

Fotos: ASCOM/EPE


Notícias Relacionadas

EPE publica o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018

17/10/2018 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza as planilhas eletrônicas (workbook) do Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018, nas quais estão disponíveis os dados consolidados de consumo de energia elétrica na rede de distribuição nos últimos cinco anos, com ênfase no ano de 2017 (ano base).

Apresentação do cronograma de trabalho do GT Metodologia-CPAMP para o ciclo 2018/2019

11/10/2018 - No próximo dia 25/10 será realizada reunião para divulgação do cronograma de trabalho do GT Metodologia para o ciclo 2018/2019 e para debater as questões colocadas nas contribuições ao Relatório “Representação da Árvore de Cenários e Variabilidade Amostral”, divulgado no site da EPE em 31/08/2018.

Período Eleitoral - Esclarecimentos

02/10/2018 - A Empresa de Pesquisa Energética informa que desde o dia 7 de julho diminuiu o volume de publicação de notícias em seu portal, bem como, a veiculação de conteúdo por meio dos seus canais no Facebook, Twitter e Youtube. A medida atendeu à legislação eleitoral e às orientações da Instrução Normativa n° 01/2018 da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR). A suspensão terá validade até 7 de outubro de 2018 ou, caso haja segundo turno nas eleições, até 28 de outubro de 2018.

Resenha Mensal: Consumo de eletricidade subiu 2% em agosto

28/09/2018 - O consumo de eletricidade na rede totalizou 38.596 GWh em agosto, nível 2,0% superior ao verificado nesse mês em 2017. Conforme as regiões geográficas, a Norte foi a única a registrar queda no consumo (-11,4%). A melhor taxa foi obtida pela região Centro Oeste (+4,2%), seguida da Nordeste (+3,7%), da Sudeste (+3,1%) e da Sul (+2,4%). Em doze meses a expansão no consumo ficou em 1,6%, com as regiões Centro Oeste (+2,9%) e Sul (+2,7%) apresentando melhores resultados.

EPE publica Estudos Prospectivos da Transmissão: A Importância do Barramento de Conexão de Novos Projetos de Geração

27/09/2018 - Este informe objetiva sensibilizar os agentes de geração, sob a ótica do planejamento setorial, sobre a importância da escolha adequada do ponto de conexão dos novos empreendimentos de geração.