Estudos Socioambientais da Usina Hidrelétrica Bem Querer: Reuniões públicas para divulgação do início dos estudos

De 23 a 28 de julho a Empresa de Pesquisa Energética – EPE promoverá Reuniões Públicas para divulgar o início dos estudos socioambientais da Hidrelétrica Bem Querer.

O objetivo das reuniões é apresentar as principais atividades previstas na execução dos estudos socioambientais, a equipe responsável pelos estudos, além de informações sobre a usina e o processo de licenciamento ambiental.

Abertas à participação de toda a população, as reuniões terão início às 18h e  serão realizadas nos municípios de Bonfim, Iracema, Cantá, Mucajaí, Caracaraí e Boa Vista, nas seguintes datas e locais:

DataMunicípioLocal
23/07/2018Bonfim

Polo UNIVIRR e IFRR – Escola Argentina Castelo Branco

Rua Rodrigo Pires Figueiredo, 41 – Centro

24/07/2018Iracema

Escola Municipal Iracema Aguiar Pereira

Avenida Sebastião Evaristo de Castro, s/n – Centro

25/07/2018Cantá

Secretaria Municipal de Educação

Rua Mário Cândido Braga Silva, 1350 – Centro

26/07/2018Mucajaí

Biblioteca Municipal de Mucajaí

Avenida Firmino Azevedo, s/n – Centro

27/07/2018CaracaraíAnfiteatro da Orla
28/07/2018Boa Vista

Palácio da Cultura Nenê Macaggi

Praça do Centro Cívico, 84 – Centro

 

A realização das reuniões públicas é parte das ações previstas no Plano de Comunicação e Relacionamento (PCR) da UHE Bem Querer, cujo objetivo é manter o diálogo permanente com a população local, conferir maior transparência ao processo de licenciamento e informar sobre o andamento dos estudos da UHE Bem Querer.

A Empresa de Pesquisa Energética

A EPE, empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), é responsável pela elaboração de estudos que subsidiam o planejamento do setor energético, como por exemplo, a estimativa do montante de  energia que o país vai precisar para continuar crescendo e as alternativas para que essas necessidades sejam atendidas. Usinas hidrelétricas figuram entre as fontes que compõem alternativas para o atendimento a demanda de energia.

Planejamento da UHE Bem Querer

O ciclo de planejamento de usinas hidrelétricas tem início com a elaboração de estudos de inventário hidrelétrico de bacias hidrográficas, que identificam o potencial de geração hidrelétrica da bacia. Em 2011, a EPE concluiu a elaboração dos Estudos de Inventário Hidrelétrico da bacia do Rio Branco, que identificaram um potencial de geração de energia hidrelétrica de 1049MW. Tendo em vista a atratividade da UHE Bem Querer indicada nos estudos de inventário, houve interesse em dar prosseguimento aos estudos, passando à etapa seguinte de análise da viabilidade técnica, econômica e ambiental, na qual será possível obter um detalhamento maior das características da usina.

Estudos socioambientais da UHE Bem Querer

Assim, atualmente a EPE é responsável pelo Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) e de viabilidade da Usina Hidrelétrica Bem Querer, situada no rio Branco, estado de Roraima.

Para a elaboração dos estudos socioambientais da usina, a EPE contratou, por meio de licitação, o Consórcio Walm-Biota, para a realização do EIA/Rima, e a MRS Estudos Ambientais Ltda., para realização dos Estudos do Componente Indígena (ECI). Esses estudos serão desenvolvidos nos próximos dois anos e contarão com a realização de levantamentos de campo e de informações bibliográficas.

O EIA/Rima tem por objetivo avaliar os impactos ambientais da usina e propor medidas e programas socioambientais para evitar, reduzir ou compensar os impactos negativos e potencializar os impactos positivos. O órgão ambiental responsável pelo licenciamento, no caso o Ibama, avalia o EIA/Rima, consulta os órgãos envolvidos e ouve a população na Audiência Pública. Caso o projeto da usina hidrelétrica seja considerado viável, o Ibama emite a Licença Prévia (LP).

A LP aprova a localização e concepção do projeto, atestando a viabilidade ambiental e estabelecendo os requisitos básicos e condicionantes a serem atendidos nas próximas fases da implementação da Usina Hidrelétrica Bem Querer. Com a LP a usina hidrelétrica pode ser ofertada no leilão de contratação de energia para o Sistema Integrado Nacional (SIN).

Canais de comunicação

A população poderá obter informações sobre o andamento dos estudos no site da usina (www.uhebemquerer.com.br), na base de apoio local em Boa Vista (Rua Manoel Aires, 152, bairro Mecejana) ou pelo telefone (95) 3623-2419.


Notícias Relacionadas

A EPE realizará o Workshop Lastro e Energia (Relatório de apoio já disponível)

17/08/2019 - A EPE juntamente com o Ministério de Minas e Energia, realizará no dia 21 de agosto o Workshop Lastro e Energia, que ocorrerá no âmbito do GT Modernização do Setor Elétrico. O evento acontecerá em Brasília e contará com a participação do CCEE, ONS e ANEEL.

EPE participa do 19º Seminário de Gás Natural 2019

16/08/2019 - O diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, participou como representante da EPE, no dia 14 de agosto de 2019, do "19º Seminário de Gás Natural 2019". A Mesa Redonda em que participou teve o tema central “Condições para Viabilização da Oferta do Gás Natural do Pré-Sal”.

EPE lança o Informe Técnico - Competitividade do Gás Natural: Estudo de Caso na Indústria de Fertilizantes Nitrogenados

16/08/2019 - O Informe Técnico "Competitividade do Gás Natural: Estudo de Caso na Indústria de Fertilizantes Nitrogenados" é primeiro documento de uma série, que tem por objetivo avaliar o potencial de entrada de novas unidades industriais intensivas em gás natural.

EPE participa de Workshop sobre Serviços Ancilares

13/08/2019 - O evento promovido pelo ONS e ANEEL ocorreu nos dias 31 de julho e 1º de agosto, no Rio de Janeiro. A EPE foi representada pelo Consultor Técnico Daniel José Tavares de Souza, da Superintendência de Transmissão de Energia, que participou como palestrante no primeiro painel sobre “Os Serviços Ancilares no Planejamento do Sistema”.

EPE recebe a nota 10 no 4º Ciclo de Avaliação do Indicador de Governança das Estatais (IG-SEST)

12/08/2019 - No último dia 09 de agosto de 2019 a EPE recebeu a nota 10 no 4º Ciclo de Avaliação do Indicador IG-SEST. Nessa edição participaram 61 Empresas, sendo que apenas 14 empresas tiraram a nota máxima, dentre elas a EPE.