EPE realiza III Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

A terceira edição do Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019 ocorreu nos dias 21 e 22 de novembro no escritório da EPE do Rio de Janeiro. O fórum é uma das iniciativas da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica (COPAM) e reúne, além das concessionárias de distribuição de energia elétrica, outras instituições do setor, tais como o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Ele é coordenado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Energéticos (SEE) da Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais (DEA) da EPE.

Os encontros promovidos regularmente pela COPAM têm como objetivo o compartilhamento de conceitos, experiências, ferramentas e informações entre os agentes do mercado de energia elétrica, fundamentais para modernização do setor. O resultado é o aprimoramento das metodologias utilizadas nos estudos do setor elétrico e a melhoria constante na qualidade dos dados fornecidos pelas empresas para a EPE, ponto de partida para a produção das estatísticas utilizadas em diversos produtos da empresa, como a Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, o Anuário Estatístico de Energia Elétrica, o Balanço Energético Nacional e os estudos de demanda que subsidiam o Plano Nacional de Expansão de Energia (PDE) e o Plano Nacional de Energia (PNE).

Esta edição do evento contou com uma apresentação da consultoria econômica 4E a respeito da conjuntura atual e dos cenários econômicos possíveis (referência, otimista e pessimista) projetados para os próximos 10 anos, envolvendo os quadros político, monetário, fiscal, mercado de trabalho, crédito, renda e câmbio do país para o período. A participação da EPE envolveu 3 exposições: a primeira relacionada aos resultados do mercado de energia elétrica de 2019 até o 30 trimestre do ano por classes de consumo, subsistemas e regiões do país; a segunda associada ao modelo 4MD, que é a principal ferramenta da empresa para a projeção de médio e longo prazo da expansão da micro e minigeração distribuída no país e a última divulgando os principais resultados do PDE 2029 nas áreas de demanda de energia elétrica e recursos energéticos distribuídos, que  incluíram eficiência elétrica, autoprodução não-injetada na rede, micro e minigeração distribuída e soluções de armazenamento. A CPFL também disponibilizou a sua metodologia de análise e projeção da MMGD, discorrendo com o público presente sobre diversos elementos conceituais envolvidos no tema.

ONS e CCEE também se fizeram presentes expondo, respectivamente, o acompanhamento da carga de energia elétrica em 2019 junto com as previsões para o fechamento do ano e o desempenho do ambiente de contratação livre (ACL) de eletricidade no ano, assim como a migração de consumidores especiais ao longo do período. Já a LIGHT fez uma palestra mostrando o seu ferramental conceitual e matemático para  estimar a influência da temperatura  na carga e no consumo de energia elétrica na sua área de concessão. Por fim, a Innovare Pesquisa em parceria com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (ABRADEE) mostrou os resultados do projeto cooperado de P&D de Modernização das Tarifas de Distribuição de Energia Elétrica, que abrangeram uma percepção dos consumidores de baixa tensão (residenciais e não-residenciais) a respeito das atuais modalidades tarifárias e de possíveis mudanças rumo à implementação de tarifas dinâmicas multipartes.

 DSC07930.jpg_MG_8801.jpg


Notícias Relacionadas

EPE REALIZA I “WORKSHOP” DO MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA DO CICLO 2020

02/06/2020 - A primeira edição de 2020 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM (Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica) ocorreu no dia 21 de maio por videoconferência.

EPE projeta impactos da Covid-19 no mercado brasileiro de combustíveis

02/06/2020 - Os desdobramentos das medidas adotadas com o objetivo de conter a disseminação da pandemia da Covid-19 provocaram um grande impacto na demanda de combustíveis. Para analisar suas consequências no comportamento do mercado brasileiro, a EPE projetou três trajetórias, de 2020 até 2022, que contemplam hábitos de consumo da população e períodos de isolamento social.

Resenha de Maio reflete impactos da pandemia da COVID-19

29/05/2020 - O consumo de energia elétrica na rede em abril apresentou retração de 6,6% em relação a igual período do ano anterior, refletindo os impactos da pandemia da COVID-19 nas classes de consumo, principalmente, nas classes comercial (-17,9%) e industrial (-12,4%).

EPE publica Instruções para Apresentação de Planejamento dos Sistemas Isolados

28/05/2020 - EPE publica a atualização das "Instruções para Apresentação de Proposta de Planejamento do Atendimento aos Sistemas Isolados". Nesse ciclo de 2020, assim como já realizado no ciclo anterior, as propostas deverão ser submetidas à EPE exclusivamente por meio do Sistema de Acompanhamento dos Sistemas Isolados – SASI, plataforma desenvolvida com o objetivo de automatizar e agilizar os processos de coleta e de análise dos dados de planejamento das distribuidoras.

Heloísa Borges Esteves é eleita Diretora de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE

25/05/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), anuncia a nomeação e posse de Heloísa Borges Esteves como Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis. Para assumir a nova função da EPE, ela deixa o posto que ocupava à frente da Superintendência de Promoção de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP).