EPE publica nota técnica de Metodologia de Demanda de Eletricidade

O documento tem como objetivo descrever a metodologia de projeção de demanda de energia elétrica utilizada nos estudos de mercado e carga subsidiários do Plano Decenal de Energia (PDE) e do Plano Nacional de Energia (PNE) e nos estudos do planejamento da operação e suas revisões quadrimestrais, elaborados em conjunto com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

A necessidade de uma modelagem própria da demanda de energia elétrica nacional é vital para entender o quanto de eletricidade será necessário para o país nos cenários de curto, médio e longo prazo, de modo que esta demanda seja atendida nos diversos mecanismos de expansão da oferta de energia, entre os quais os leilões futuros. O acompanhamento da evolução do consumo de eletricidade ao longo do tempo também é salutar pois realimenta o modelo e permite uma calibragem das premissas e parâmetros utilizados na modelagem. 

NT Metodologia_Novo Modelo de Eletricidade (MDE).png

Figura: Fluxograma da Modelagem da Demanda de Energia Elétrica

A Nota técnica está assim estruturada:  no item 1 faz-se uma breve introdução sobre os tipos de metodologias disponíveis para a elaboração das previsões da demanda de energia elétrica; no item 2 são mostradas as características gerais e premissas do modelo; no item 3 descrevem-se, em linhas gerais, os principais conceitos e variáveis envolvidos na modelagem; no item 4 são apresentadas as metodologias de projeção do consumo e da carga de energia elétrica; no item 5 são elencadas as considerações finais e, no item 6, exibidas as referências para este trabalho. 

Clique aqui para acessar o documento na íntegra.

Notícias Relacionadas

EPE realiza I Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

22/05/2019 - A primeira edição de 2019 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM correu nos dias 09 e 10 de maio. Os encontros promovidos pela COPAM têm como objetivo a troca de experiências e informações entre os agentes e a EPE.

EPE, ONS e ANEEL divulgam revisão 2 da Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão A-4/2019

22/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a revisão 2 da Nota Técnica 0046/2019, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento deste leilão.

EPE publica estudo de expansão da transmissão para as Regiões de Cruzeiro do Sul e Feijó, no Acre

20/05/2019 - Foi finalizado no primeiro trimestre de 2019 o estudo de integração de Cruzeiro do Sul e Feijó ao Sistema Interligado Nacional, elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA).

EPE participa de debate sobre Preços de Liquidação de Diferenças

17/05/2019 - O Workshop Internacional sobre Limites de Preços do Mercado de Curto Prazo, organizado pela ANEEL, aconteceu dia 15 de maio em São Paulo, no auditório da FIESP. O objetivo do encontro era debater a definição de limite do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) no Mercado de Curto Prazo, tema previsto para a Agenda Regulatória 2019-2020. O presidente da EPE, Thiago Barral, participou do painel 1, com o tema “Visão das Instituições Públicas”.

Leilão A-6 de 2019: EPE disponibiliza Informe Técnico sobre Preços de Referência dos Combustíveis para as Usinas Termelétricas

17/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza, no link abaixo, o Informe Técnico com as referências de preços de combustíveis para o Leilão de Energia A-6/2019. O Informe Técnico nº 030/2019 apresenta as informações que subsidiam a determinação do Custo Variável Unitário (CVU), que será utilizado na definição da Garantia Física (GF), dos valores esperados do Custo Variável da Operação (COP) e do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos projetos termelétricos, com vistas à participação no referido certame.