EPE publica infográfico sobre o Valor Anual de Referência Específico – VREs

No último dia 27 de fevereiro o Ministério de Minas e Energia (MME) publicou a Portaria nº 65/2018 estabelecendo novos VREs para as seguintes tecnologias: biogás, biomassa dedicada, biomassa residual, cogeração a gás natural, eólica, PCH, resíduos sólidos urbanos e solar fotovoltaica. 

A EPE possui participação ativa neste processo, sendo responsável pelo cálculo dos valores, que passam pela aprovação do MME. Os VREs são diferenciados por fonte e consideram as respectivas condições técnicas. 

Pela legislação vigente, as distribuidoras podem contratar até 10% de seu mercado através de geração distribuída. Para tanto, as contratações devem precedidas de chamada pública promovida pelo agente distribuidor.

O VREs, instituído pela Lei nº 13.203/2015, representa o valor máximo que as distribuidoras podem pagar pela geração distribuída e repassar aos consumidores finais. Antes dessa lei, o limite de repasse era dado pelo Valor Anual de Referência – VR, calculado a partir do valor médio ponderado de compra de energia nos leilões (conforme Decreto nº 5.163/2004). Este valor, baseado em projetos centralizados, vinha se mostrando insuficiente para a contratação de energia proveniente de geradores distribuídos, pois não refletia adequadamente a escala dos empreendimentos e custos de contratação no ambiente da distribuição. 

Importante observar que o VREs não representa o valor final a ser repassado ao consumidor, mas sim o preço teto da chamada pública organizada pelas distribuidoras. O preço ao qual cada distribuidora efetivamente contratará a geração distribuída será resultado desse processo competitivo das chamadas públicas por elas realizadas. Neste contexto, torna-se importante prover mecanismos que promovam a competição de modo a capturar as vantagens de cada projeto. 

Destaca-se que a geração distribuída à qual se aplicam os VREs não deve ser confundida com a micro e minigeração distribuída, regulada pela Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012. Nessa modalidade, aplica-se atualmente o sistema de compensação de energia elétrica (net metering), não envolvendo compra e venda, tampouco o VREs. O infográfico abaixo ajuda a compreender melhor os VREs, os processos e macroprocessos.

Infográfico sobre o Valor Anual de Referência Específico – VREs


Notícias Relacionadas

Diretor da EPE, José Mauro Coelho, fez visita técnica às instalações da Empresa Hytron

16/07/2018 - Esta visita faz parte do Projeto “Combustíveis Alternativos sem Impactos Climáticos” (ProQR), do qual a EPE faz parte do Comitê Consultivo como uma das representantes do governo brasileiro.

EPE participa da 6ª audiência pública com a Comissão de Mudanças Climáticas no Senado

12/07/2018 - Diretor de Petróleo Gás e Biocombustíveis da EPE, José Mauro Coelho, debate sobre o programa RenovaBio com a comissão de Mudanças Climáticas. A Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) promoveu uma audiência pública interativa sobre o RenovaBio.

Nota discute impactos dos Recursos Energéticos Distribuídos no planejamento energético

12/07/2018 - Com visão de longo prazo voltada para as transformações pelas quais os mercados de energia elétrica vêm passando, a EPE publica Nota de Discussão com o objetivo de identificar desafios para o planejamento energético e explorar caminhos para lidar com as perspectivas de aumento na inserção de recursos energéticos distribuídos.

Cerimonial de Lançamento Cenários de Oferta de Etanol e Demanda de Ciclo Otto 2018- 2030

12/07/2018 - Ocorreu na manhã do dia 12/07/2018, no auditório da EPE, o cerimonial de lançamento Cenário de Oferta de Etanol e Demanda de Ciclo Otto que contou com a participação e abertura do presidente Reive Barros, do Diretor da DPG, José Mauro Coelho, do Dr. Dirceu Cardoso Amorelli Junior, Diretor da Diretoria 3 da Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Com apoio da EPE, webinar sobre consumo de energia com ar condicionado é promovido pela Agência Internacional de Energia

11/07/2018 - Webinar inaugura série focada no tema da eficiência energética A Agência Internacional de Energia (AIE), à qual o Brasil se associou no ano passado, promove no próximo dia 25 de julho, com apoio da EPE e do MME, um webinar sobre o relatório “The Future of Cooling - Opportunities for energy efficient air conditioning” (O Futuro da Climatização: Oportunidades para condicionamento de ar energeticamente eficiente), publicado em maio deste ano pela AIE.