EPE publica estudo de expansão da transmissão para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Foi emitido no dia 06 de Agosto de 2018 o "Estudo de Atendimento ao Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba", elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA). O estudo contou com a colaboração e participação efetiva da Cemig Distribuição – além de contribuições de concessionárias de transmissão locais. 

O estudo recomenda a implantação de três novas subestações: SE 345/138 kV Araxá 3, SE 345/138 kV Monte Alegre de Minas 2 e SE 345/138 kV Uberlândia 10, um novo pátio 500/345 kV na SE Nova Ponte, além de duas novas linhas de transmissão em 345 kV, que propiciarão margem para a instalação de novos empreendimentos de geração de energia e maior confiabilidade ao atendimento elétrico do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Adicionalmente, foi recomendado o aumento da capacidade dos transformadores da SE 345/138 kV Jaguara, além de reforços no sistema de distribuição local da Cemig Distribuição. 

Estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais de R$ 682 milhões, sendo R$ 527 milhões na Rede Básica/Rede Básica de Fronteira e de R$ 155 milhões no Sistema de Distribuição da Cemig Distribuição.

A nota técnica NT DEA 018/18, que contempla as análises socioambientais dos reforços recomendados, traz também informações quanto à visita de campo realizada pela equipe da EPE com o intuito de prospectar áreas para a implantação das subestações Araxá 3, Monte Alegre de Minas 2 e Uberlândia 10. A visita está inserida num contexto em que a EPE vem trabalhando para minimizar as incertezas para o mercado na implantação de projetos como o das subestações recomendadas, de forma a comportar possíveis expansões futuras vislumbradas pela equipe da STE. 

A participação dos agentes envolvidos, além da análise socioambiental preliminar com visita de campo, forneceram maior transparência, consistência e confiabilidade no processo de planejamento da expansão da transmissão sob responsabilidade da EPE.

Para acessar o estudo de expansão da transmissão para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, clique aqui.




Notícias Relacionadas

Webinar: Múltiplos Benefícios da Eficiência Energética

12/09/2018 - Com apoio da EPE e do MME, no próximo dia 19/09/2018, a Agência Internacional de Energia (AIE) promoverá webinar sobre os múltiplos benefícios da eficiência energética. O foco tradicional para promoção da eficiência energética normalmente acaba por desconsiderar benefícios tais como contribuição à sustentabilidade do setor energético, desenvolvimento social e econômico e benefícios ambientais, entre outros.

MME reabre prazo de cadastramento dos projetos para os Leilões de Energia Existente A-1 e A-2

11/09/2018 - Publicada pelo MME a Portaria n° 383/2018 que reabriu o prazo de cadastramento dos projetos interessados em participar dos Leilões de Energia Existente A-1 e A-2. Os empreendedores poderão cadastrar os projetos no Sistema AEGE e entregar os documentos necessários à Qualificação Técnica na EPE até às 12 horas do dia 14 de setembro de 2018.

INFORME Mercado Internacional de GNL 2017-2018

03/09/2018 - O mercado de GNL tem se mostrado cada vez mais dinâmico, com maior liquidez e tendendo à comoditização. Assim como no ano anterior, em 2017, expectativas de uma oferta excedente do combustível no mundo acabaram por não se concretizar, sendo compensada pelo concomitante aumento na demanda de GNL da China. A capacidade de se adequar às condições adversas de mercado vem demonstrando a maturidade cada vez maior da indústria de GNL.

Resenha Mensal: Consumo de eletricidade subiu 1,4% em julho

31/08/2018 - O consumo de eletricida-de na rede totalizou 37.894 GWh em julho, volume 1,4% maior que o registrado nesse mês em 2017. Houve aumento no Su-deste (+2,0%) e Sul (+2,4%), regiões que concentram por volta de 70% do mercado de ele-tricidade no país, e tam-bém no Centro Oeste (+3,2%) e Nordeste (+2,2%), enquanto caiu o consumo no Norte (-7,6%).

EPE participa da 7ª Conferência de Energia e Recursos Naturais da América Latina

31/08/2018 - A transformação do setor de Energia e Recursos Naturais, que vem acelerando, de forma constante, a tecnologia que tem transformado os negócios, a massificação da busca por energia renovável pelas grandes empresas do setor e os direcionamentos governamentais mostram que os altos executivos do setor precisam encontrar maneiras cada vez mais assertivas de como inovar dentro do mercado para permanecer sustentável no curto e no longo prazo. Neste momento os tomadores de decisão precisam compartilhar ideias e obter insights de executivos de todo o mundo de forma a mergulhar nos principais desafios atuais.