EPE publica estudo de expansão da transmissão para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Foi emitido no dia 06 de Agosto de 2018 o "Estudo de Atendimento ao Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba", elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA). O estudo contou com a colaboração e participação efetiva da Cemig Distribuição – além de contribuições de concessionárias de transmissão locais. 

O estudo recomenda a implantação de três novas subestações: SE 345/138 kV Araxá 3, SE 345/138 kV Monte Alegre de Minas 2 e SE 345/138 kV Uberlândia 10, um novo pátio 500/345 kV na SE Nova Ponte, além de duas novas linhas de transmissão em 345 kV, que propiciarão margem para a instalação de novos empreendimentos de geração de energia e maior confiabilidade ao atendimento elétrico do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Adicionalmente, foi recomendado o aumento da capacidade dos transformadores da SE 345/138 kV Jaguara, além de reforços no sistema de distribuição local da Cemig Distribuição. 

Estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais de R$ 682 milhões, sendo R$ 527 milhões na Rede Básica/Rede Básica de Fronteira e de R$ 155 milhões no Sistema de Distribuição da Cemig Distribuição.

A nota técnica NT DEA 018/18, que contempla as análises socioambientais dos reforços recomendados, traz também informações quanto à visita de campo realizada pela equipe da EPE com o intuito de prospectar áreas para a implantação das subestações Araxá 3, Monte Alegre de Minas 2 e Uberlândia 10. A visita está inserida num contexto em que a EPE vem trabalhando para minimizar as incertezas para o mercado na implantação de projetos como o das subestações recomendadas, de forma a comportar possíveis expansões futuras vislumbradas pela equipe da STE. 

A participação dos agentes envolvidos, além da análise socioambiental preliminar com visita de campo, forneceram maior transparência, consistência e confiabilidade no processo de planejamento da expansão da transmissão sob responsabilidade da EPE.

Para acessar o estudo de expansão da transmissão para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, clique aqui.




Notícias Relacionadas

EPE tem diversos artigos publicados no Anuário Cenários Eólica

15/01/2019 - A Brasil Energia lança a nova edição do anuário sobre o setor de energia eólica no país. Nele, além da qualidade editorial da equipe de jornalistas especializados da Brasil Energia, você terá acesso as contribuições exclusivas de importantes nomes do mercado de energia eólica, em especial, destacamos os colunistas da EPE:

Previsão de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética Ciclo 2019 (2019-2023)

11/01/2019 - O documento tem por objetivo apresentar o detalhamento das premissas e dos resultados da Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética 2019-2023, elaborados em conjunto por Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, antecipados no correspondente Boletim Técnico, divulgado no final do mês de novembro de 2019. Essas previsões de carga passaram a ser utilizadas a partir do Programa Mensal da Operação (PMO) de janeiro/2019.

Pela primeira vez, a EPE publica o Relatório de Planejamento para Atendimento aos Sistemas Isolados, Horizonte 2023 – Ciclo 2018

08/01/2019 - A Portaria MME nº 67/2018 publicada em março de 2018, solicita que os Agentes de Distribuição dos Sistemas Isolados elaborem proposta de planejamento para atendimento aos seus mercados consumidores situados em Sistemas Isolados, e as encaminhe para avaliação técnica da EPE e posterior aprovação do planejamento pelo Ministério de Minas e Energia (MME),

EPE realiza Lançamento de Notas Técnicas sobre Gás Natural

07/01/2019 - Ocorreu, no dia 18 de dezembro de 2018, no auditório da EPE, o evento “Lançamento de Notas Técnicas sobre Gás Natural”. Neste evento, organizado pela Diretoria de Estudos do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da EPE, foram abordadas as perspectivas para a indústria de gás natural no Brasil nos próximos anos, tendo como pano de fundo três estudos publicados pela EPE no final de 2018.

EPE publica 5º Boletim de Conjuntura da Indústria do Petróleo

02/01/2019 - O quinto número do Boletim de Conjuntura da indústria do Petróleo apresenta o panorama da Venezuela. Detentor da maior reserva global de petróleo, este país enfrentou uma expressiva queda da produção devido às dificuldades enfrentadas pela indústria. A instabilidade político-econômica e restrições de acesso ao crédito em decorrência das sanções financeiras são alguns dos desafios que a Venezuela necessita solucionar para recuperar sua indústria petrolífera.