EPE publica estudo de expansão da transmissão para escoamento do potencial termelétrico dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo

Foi emitido em 20/07/2018 o relatório "Estudo de Expansão do Sistema de Transmissão para Escoamento do Potencial Termelétrico dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo", elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA).

O estudo contemplou extensas análises para determinação da infraestrutura de transmissão necessária ao escoamento dos montantes de geração térmica contratada para a região, além de fornecer margem adicional para projetos futuros, que venham a se concretizar. Essas análises resultaram na recomendação de implantação de duas novas subestações e de linhas de transmissão em 500 kV que interligarão a região metropolitana do Rio de Janeiro aos principais polos de geração termelétrica nos estados do RJ e ES, e à subestação de Mutum, localizada na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Estas obras permitirão o escoamento da produção de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração, e ainda trarão maior confiabilidade e qualidade ao atendimento elétrico das regiões.

Estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais da ordem de R$ 1,9 bilhão, referentes a 1.100 km de novas linhas de transmissão, duas novas subestações de rede básica e expansões na rede existente.

A nota técnica NT DEA 008/18, integrante do relatório, contempla as análises socioambientais dos possíveis corredores para inserção das futuras LTs, tendo em vista a minimização do impacto dos reforços recomendados, bem como diretrizes para a elaboração dos estudos ambientais subsequentes.

A publicação do estudo, com a análise socioambiental preliminar que o integra, visa fornecer maior transparência, consistência e confiabilidade ao processo de planejamento da expansão da transmissão, sob responsabilidade da EPE.

Foi também elaborado pela EPE o relatório dos estudos de transitórios eletromagnéticos, denominado Relatório R2, abrangendo mais detalhes das especificações técnicas dos empreendimentos. Juntamente com os demais relatórios já solicitados pelo MME às empresas transmissoras, referentes aos estudos socioambientais mais detalhados (Relatório R3), ao compartilhamento com as instalações existentes (Relatório R4) e aos aspectos fundiários (Relatório R5), se constituirá o acervo de documentação técnica que irá subsidiar o MME e ANEEL no processo de licitação dos empreendimentos recomendados.

 Para acessar os relatórios, por favor, clique aqui.


Notícias Relacionadas

EPE participa do debate de governança do mercado livre de energia

21/03/2019 - Casos de comercializadoras que não entregaram o que venderam trouxeram à tona temas essenciais para o desenvolvimento do mercado livre de energia, incluindo avançar em uma solução efetiva ao risco hidrológico – mais conhecido como GSF (Generation Scaling Factor) –, em uma nova governança e em maior transparência. Esses foram os principais pontos em análise no club meeting promovido pelo GRI Club Infra nesta quarta-feira, 20/03, no escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados em São Paulo.

EPE apresenta relatório técnico à prefeitura de Iracema

20/03/2019 - Representantes técnicos da EPE - Empresa de Pesquisa Energética foram recebidos pelo chefe de gabinete Waldemir Sousa na manhã desta terça-feira, 19 de março, para tratar de assuntos relacionados a continuidade da elaboração do relatório ambiental e social que dará o aval ou não da expedição da licença prévia para construção da hidrelétrica bem querer.

EPE participa do Workshop de Infraestrutura – Aperfeiçoamentos do Mercado de Geração Hídrica

20/03/2019 - Chuvas abaixo da média e mudanças estruturais no setor elétrico têm causado impactos relevantes nos geradores hidrelétricos, no funcionamento do mercado e no bolso dos consumidores. Diante desse cenário, a Federação das Indústria de São Paulo ( fIESP) organizou um workshop para discussão de ajustes no atual modelo regulatório e de aperfeiçoamentos na formação de preços, na alocação de riscos e na operação do sistema.

Cenário de crise hídrica amplia discussão sobre segurança energética | Reportagem especial do CanalEnergia

18/03/2019 - Com a escassez de chuvas nos últimos anos, especialmente no Nordeste do país, a discussão sobre segurança hídrica x produção de energia elétrica tem se tornado cada vez mais relevante, dado o potencial de conflto que o tema pode gerar. Dados atualizados do último boletim de conjuntura da Agência Nacional de Águas mostram que no ano passado 37,9 milhões de pessoas foram afetadas por secas, contra 3 milhões de atingidos por cheias e inundações. A agencia editou cinco resoluções de restrição ou suspensão de uso da água em 2018

EPE publica documento de perguntas e respostas (FAQ) para o Leilão A-4 de 2019

18/03/2019 - A EPE elaborou um documento com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos agentes sobre o cadastramento e habilitação técnica dos projetos para o Leilão A-4 de 2019, previsto para ser realizado em 27/06/2019. Questionamentos acerca dos prazos, aproveitamento dos projetos habilitados em leilões anteriores, margem de escoamento e outras dúvidas são respondidas no documento.