EPE participa do Diálogo da Transição Enérgica em Berlim

Representada por seu presidente , Thiago Barral, EPE participou do Berlin Energy Transition Dialogue, realizado dias 9 e 10 de abril na capital alemã, organizado pelo governo alemão. O evento de alto nível contou com mais de 2 mil participantes de 90 países, incluindo cerca de 50 ministros de Estado. Esse evento é um marco nas discussões sobre a transição energética, com foco nas políticas e instrumentos desenvolvidos, no progresso alcançado, nas tendências e inovações, mas estratégias de financiamento e na comunicação com a sociedade. 

No dia 10 de abril, Barral participou de uma mesa redonda organizada pela Agência Internacional de Energia e o Instituto Agora Energiewende, sobre o impacto da digitalização sobre o setor energético. Nesse mesmo dia, Barral também participou de reunião da iniciativa para a Cenários Energéticos de Longo Prazo, no âmbito da Clean Energy Ministerial (CEM). Na quinta-feira, 11 de abril, Barral foi panelista no Fórum “Cenários Energéticos de Longo Prazo”, organizado pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável), também no âmbito da CEM, quando pôde contar um pouco sobre o uso de cenários no Brasil. 

Na agenda em Berlim, Barral também se reuniu com o Embaixador Roberto Jaguaribe, com representantes do Ministério Alemão da Economia e Energia (BMWi), com o Diretor do Instituto Agora Energiewende, Patrick Graichen e com representante do iCS (Instituto Clima e Sociedade). 

Barral destaca a importância da participação da EPE:  "O Brasil precisa urgentemente consolidar uma narrativa própria de transição energética, que adequadamente pondere as dimensões geopolítica, tecnológica e socioeconômica. Há diversos rankings de transição energética, que refletem distintas perspectivas, sobretudo a dos países mais desenvolvidos. Devemos é identificar quais indicadores são mais relevantes considerando as diversas prioridades e vantagens comparativas do Brasil e nos guiar por aí. Um ambiente amigável à inovação e novos modelos de negócios é um pré-requisito para uma transição competitiva." 

Barral1.jpg
Forum Cenários Energéticos de Longo Prazo. Crédito: IRENA

Barral 2.jpg
Forum Cenários Energéticos de Longo Prazo. Crédito: IRENA

Berlin3.jpg

Plenária do Berlin Energy transition dialogue. Crédito: EPE

Berlin4.jpg

Forum Cenários Energéticos de Longo Prazo. Crédito: IRENA.


Notícias Relacionadas

Resenha Mensal - consumo de energia elétrica com redução de 1,3% em fevereiro

31/03/2020 - O consumo nacional de eletricidade totalizou 40.697 GWh em fevereiro, representando uma queda de 1,3% em relação ao mês de 2019, sob influência maior das regiões Sudeste (-3,7%) e Sul (-1,9%). Entre as regiões geográficas, somente a Região Norte (+17,7%) registrou alta no consumo de energia elétrica. As demais, Sudeste (-3,7%), Sul (-1,9%), Centro-Oeste (-0,6%) e Nordeste (-0,3%) apresentaram queda.

1ª Revisão Quadrimestral 2020: explicando os fundamentos do cenário

31/03/2020 - Em meio às discussões sobre os eventuais impactos da pandemia do coronavírus (ou COVID-19) no País, a 1ª Revisão Quadrimestral das Projeções da demanda de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional 2020-2024, elaborada em conjunto por Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, teve o papel de reavaliar o cenário de expansão da demanda elétrica.

EPE, ONS e ANEEL divulgam Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.

27/03/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a Nota Técnica 25/2020, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento do Leilão de Energia Nova A-4 de 2020.

Impactado pela Covid-19, consumo de energia deve cair 0,9% em 2020

27/03/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética – EPE, em conjunto com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE e o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, divulga nesta sexta-feira, os dados da 1ª Revisão Quadrimestral de Carga de 2020 para o Planejamento Anual da Operação Energética – período 2020-2024. Impactado pelas medidas de contenção da Covid-19, o consumo de energia elétrica deve cair 0,9% no ano. A previsão anterior era crescer 4,2%.

Avaliação dos Benefícios Econômicos da Antecipação da Interligação dos Sistemas Isolados do Pará

27/03/2020 - A EPE publica estudo comparativo entre os custos de suprimento a 12 sistemas isoladas do Pará, avaliando os custos da geração local por termelétricas a diesel versus os custos da interligação dessas localidades ao SIN, por meio de redes de distribuição. A análise foi realizada com base na redução dos dispêndios futuros da Conta de Consumo de Combustíveis – CCC.