EPE participa da 7ª Conferência de Energia e Recursos Naturais da América Latina

A transformação do setor de Energia e Recursos Naturais, que vem acelerando, de forma constante, a tecnologia que tem transformado os negócios, a massificação da busca por energia renovável pelas grandes empresas do setor e os direcionamentos governamentais mostram que os altos executivos do setor precisam encontrar maneiras cada vez mais assertivas de como inovar dentro do mercado para permanecer sustentável no curto e no longo prazo. Neste momento os tomadores de decisão precisam compartilhar ideias e obter insights de executivos de todo o mundo de forma a mergulhar nos principais desafios atuais.

A Conferência de Energia e Recursos Naturais da América Latina se estabeleceu como um encontro estratégico para tomadores de decisão. O motivo é fácil de entender: em todas as suas últimas seis edições, a Conferência foi capaz de manter um alto nível de discussões promovidas por palestrantes e autoridades do Brasil e América Latina, recebendo mais de 1.700 executivos do setor.

Promovida pla KPMG, a 7ª edição da conferência foi realizada com o intuito de encontrar os caminhos mais assertivos para os principais problemas, a KPMG preparou apresentações e painéis, que contarão com a participação de importantes executivos do setor, para tratar das perspectivas e soluções para os desafios que estão impactando o ambiente de negócios na região e no mundo. A EPE participou da programação com dois diretores painelistas: Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos de Energia Elétrica,  falou sobre os principais desafios para o setor nacional e José Mauro Coelho, Diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, falou sobre o planejamento energético integrado em uma era de transição e os demais destravamentos regulatórios para o fomento da indústria.


Amilcar.JPG
Amilcar Gonçalves Guerreiro, Diretor de Estudos de Energia Elétrica

Josemauro.jpg
José Mauro Coelho, Diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis

Fonte de Texto e  imagem: KPMG


Notícias Relacionadas

EPE tem diversos artigos publicados no Anuário Cenários Eólica

15/01/2019 - A Brasil Energia lança a nova edição do anuário sobre o setor de energia eólica no país. Nele, além da qualidade editorial da equipe de jornalistas especializados da Brasil Energia, você terá acesso as contribuições exclusivas de importantes nomes do mercado de energia eólica, em especial, destacamos os colunistas da EPE:

Previsão de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética Ciclo 2019 (2019-2023)

11/01/2019 - O documento tem por objetivo apresentar o detalhamento das premissas e dos resultados da Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética 2019-2023, elaborados em conjunto por Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS e Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, antecipados no correspondente Boletim Técnico, divulgado no final do mês de novembro de 2019. Essas previsões de carga passaram a ser utilizadas a partir do Programa Mensal da Operação (PMO) de janeiro/2019.

Pela primeira vez, a EPE publica o Relatório de Planejamento para Atendimento aos Sistemas Isolados, Horizonte 2023 – Ciclo 2018

08/01/2019 - A Portaria MME nº 67/2018 publicada em março de 2018, solicita que os Agentes de Distribuição dos Sistemas Isolados elaborem proposta de planejamento para atendimento aos seus mercados consumidores situados em Sistemas Isolados, e as encaminhe para avaliação técnica da EPE e posterior aprovação do planejamento pelo Ministério de Minas e Energia (MME),

EPE realiza Lançamento de Notas Técnicas sobre Gás Natural

07/01/2019 - Ocorreu, no dia 18 de dezembro de 2018, no auditório da EPE, o evento “Lançamento de Notas Técnicas sobre Gás Natural”. Neste evento, organizado pela Diretoria de Estudos do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da EPE, foram abordadas as perspectivas para a indústria de gás natural no Brasil nos próximos anos, tendo como pano de fundo três estudos publicados pela EPE no final de 2018.

EPE publica 5º Boletim de Conjuntura da Indústria do Petróleo

02/01/2019 - O quinto número do Boletim de Conjuntura da indústria do Petróleo apresenta o panorama da Venezuela. Detentor da maior reserva global de petróleo, este país enfrentou uma expressiva queda da produção devido às dificuldades enfrentadas pela indústria. A instabilidade político-econômica e restrições de acesso ao crédito em decorrência das sanções financeiras são alguns dos desafios que a Venezuela necessita solucionar para recuperar sua indústria petrolífera.