EPE manteve nível de excelência na avaliação do Indicador de Governança das Estatais (IG-SEST)

A EPE recebeu hoje, dia 23 de novembro,  pelas mãos de nosso Gestor de Governança, Riscos, Integridade e Controles Internos,  Elzenclever Freitas de Aguiar, o certificado referente ao 3° Ciclo da Certificação do Indicador de Governança IG-SEST, em cerimônia realizada no auditório do Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão, em Brasília. 

A EPE não apenas preservou o nível 1 de excelência obtido como, também, teve significativo aumento em sua nota final passando de 7,69, para a nota 9,61. O certificado foi entregue pelo Ministro do Planejamento Esteves Colnago, pelo Secretário Fernando Soares, da Sest e pelo Diretor De Governança, Sr. Mauro Ribeiro Neto, também da Sest.

A conquista da certificação está alinhada às iniciativas da Alta Administração e ao comprometimento da areas internas da Empresa e de todos os colaboradores que, direta ou indiretamente, se envolveram e são responsáveis por esse resultado. "O Certificado é fruto de um trabalho coletivo, onde todos lutam para construir uma empresa cada vez melhor, em prol de uma boa governança. Ganha a EPE e ganha a  sociedade", disse Elzenclever. 

O incremento da nota final concedida à EPE, destaca o empenho iniciado na gestão anterior, onde o nível 1 de excelência já havia sido obtido. Neste ciclo, o acréscimo de pontos teve como destaques: a transparência das informações; auditoria e controles internos; desempenho da área de gestão de risco;  capacitação e atuação da  alta administração (Presidência e Diretoria Executiva) e do Conselho de Administração.

O indicador IG-SEST foi desenvolvido pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), com o objetivo de trazer maior efetividade e transparência no acompanhamento das boas práticas de governança pelas estatais federais de controle direto. Consequentemente o indicador traz benefícios à sociedade, com a melhoria da prestação de serviços e atendimento e também resultados favoráveis à economia nacional.

Enquanto nos dois primeiros ciclos buscou-se avaliar a conformidade das empresas estatais à Lei das Estatais, neste terceiro ciclo priorizou-se a avaliação da efetividade do funcionamento das estruturas de governança implantadas nessas empresas, bem como das melhores práticas de governança corporativa adotadas no mercado.


32145109708_4ab1b44593_k.jpg

32145107478_4dc817ec70_k.jpg

Crédito das Fotos:  ASCOM do Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão






Notícias Relacionadas

Personalidades do setor energético brasileiro foram homenageadas no Oscar da Energia

10/12/2018 - Terceira edição do 100 Mais Influentes da Energia aconteceu na noite de quinta-feira (06/12) na capital paulista, com presença de autoridades do setor.Um evento setorial para fechar com chave de ouro o ano de 2018. Na noite da última quinta-feira (6 de dezembro), no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP), mais de 350 pessoas prestigiaram o “100 Mais Influentes da Energia”, que homenageou cem personalidades de vários segmentos do setor energético brasileiro.

CEM Days - Integração de Renováveis no Setor Elétrico: Caminhos e Desafios para o Planejamento Energético"

06/12/2018 - Nos dias 21 a 23 de novembro aconteceu no Rio de Janeiro o “CEM Days - Integração de Renováveis no Setor Elétrico: Caminhos e Desafios para o Planejamento Energético”. O evento, organizado pela EPE, aproveitou a sinergia internacional proporcionada pela Clean Energy Ministerial (CEM), fórum global em nível de governo que visa promover políticas e programas para a adoção de tecnologias de energias limpas, compartilhamento de lições aprendidas e melhores práticas e encorajamento para a transição para uma economia global de baixo carbono.

Acompanhamento das atividades do GT Metodologia-CPAMP (ciclo 2018/2019)

03/12/2018 - No próximo dia 18/12 será realizada reunião para apresentação do andamento dos trabalhos do GT Metodologia no ciclo 2018/2019, especificamente para as atividades “Variabilidade Amostral” e “Mecanismos de Aversão ao Risco: CVaR + Volume Mínimo Operativo”, dentro de um processo participativo na condução dos estudos, buscando obter contribuições para construção das propostas de avanços metodológicos.

Definição das Características Elétricas para o Leilão de Suprimento a Roraima - Margens de Escoamento, Correntes de Curto-Circuito e Requisitos Elétricos Mínimos

03/12/2018 - Em Outubro de 2018 o Ministério de Minas e Energia (MME) colocou em Consulta Pública a minuta de portaria que estabelece as diretrizes para o Leilão com vistas a aquisição de energia e potência para garantir o suprimento do mercado consumidor de Boa Vista e Localidades Conectadas.

EPE, ONS e CCEE divulgam projeção da carga para o período de 2019 a 2023

30/11/2018 - A a Empresa de Pesquisa Energética – EPE, divulgou, em conjunto com o Operador Nacional do Setor Elétrico – ONS e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, a Previsão de carga para o Planejamento Anual da Operação Energética - Ciclo 2019 (2019-2023). A expectativa é que o crescimento da carga para o Sistema Interligado Nacional (SIN) seja de 3,6% para 2019, sendo que nos próximos cinco anos a previsão é de um aumento de 3,7% ao ano