EPE, GIZ e ONS iniciam projeto sobre a inserção de fontes renováveis intermitentes na matriz

Estudo vai apontar os cenários de penetração dessas fontes e como o sistema precisa se preparar para suportar essa expansão.

A Empresa de Pesquisa Energética e a GIZ - Sociedade Alemã para Cooperação Internacional -, com a participação do Operador Nacional do Sistema Elétrico, deram início ao projeto “Aspectos a considerar na inserção de fontes renováveis de energia na matriz energética brasileira”, parte da iniciativa “Sistemas Energéticos do Futuro: Integrando fontes de energia renovável intermitente na matriz energética brasileira”, no âmbito da cooperação Brasil-Alemanha. 

Para realizar o estudo, após processo de licitação internacional, foi contratada a empresa Lahmeyer International, que tem como parceiras a Engie Tractebel e a PSR. O prazo para a realização dos trabalhos é de 14 meses. 

O estudo vai mostrar como o sistema elétrico do país precisa se preparar – em termos de operação e expansão - para suportar o aumento da participação das energias renováveis com geração variável ao longo do dia, quais são os pontos críticos e os cenários de inserção dessas fontes. Também serão avaliados os recursos tecnológicos disponíveis para mitigar os impactos da penetração dessas fontes no Sistema Interligado Nacional no médio e longo prazos. 

O projeto é inovador porque levará em conta o planejamento da expansão e a operação do sistema de forma integrada, incluindo a utilização de resultados quantitativos, a partir de simulações realizadas por ferramentas computacionais. Serão objeto do estudo as fontes eólica, solar e a combinação dessas fontes com armazenamento de energia. 

Para sua gestão, o projeto foi dividido em cinco produtos, que incluem capacitação às instituições participantes, visando a transferência de conhecimento e tecnologia: 

Produto 1: Estudos Regulatórios 

Produto 2: Estudos Energéticos 

Produto 3: Estudos Elétricos 

Produto 4: Estudos Metodológicos 

Produto 5: Estudos Tecnológicos 

Na medida em que os resultados estejam prontos, as organizações irão apresenta-los e discuti-los com a sociedade. 


Notícias Relacionadas

EPE promove Workshop sobre Aspectos Metodológicos do Modelo de Decisão de Investimento (MDI) e de Cálculo do Custo Marginal de Expansão (CME)

19/02/2018 - O Workshop sobre Aspectos Metodológicos do Modelo de Decisão de Investimento (MDI) e de Cálculo do Custo Marginal de Expansão (CME) será realizado no dia 20/03/2018. O Workshop será realizado de 9:30h às 17h nas dependências da EPE (Av. Rio Branco, nº 1 - 9º andar – Edifício RB1 - Centro - Rio de Janeiro – sala 9.8).

EPE elabora estudo de alternativas para atendimento ao Oiapoque (AP)

16/02/2018 - O estudo tem o objetivo de identificar a alternativa mais adequada sob os pontos de vista técnico, econômico e socioambiental, para o atendimento ao Sistema Isolado do Oiapoque, considerando um horizonte de longo prazo.

EPE, ONS e ANEEL divulgam Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão A-4/2018

16/02/2018 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a Nota Técnica 0016/2018, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento deste leilão. O procedimento da divulgação foi estabelecido pela Portaria MME nº 444, de 25 de agosto de 2016, em seu artigo 3º, §5º.

Disponível nota da EPE para fechamento da CP33 e projeto de lei de modernização do setor elétrico

15/02/2018 - Na sexta feira dia 9 de fevereiro de 2018 o Ministério de Minas e Energia concluiu a Consulta Pública Nº 33, instaurada em 5 de julho de 2017, cujo objetivo é o aprimoramento do Marco legal do setor elétrico brasileiro. Conforme anunciado em comunicado, o Ministro de Minas e Energia Fernando Coelho Filho encaminhou à Presidência da República a proposta de Projeto de Lei de Modernização e Expansão do Mercado Livre de Energia Elétrica, que reflete o encerramento da consulta pública.

Diponível nota da EPE para fechamento da CP33 e projeto de lei de modernização do setor elétrico

15/02/2018 - Na sexta feira dia 9 de fevereiro de 2018 o Ministério de Minas e Energia concluiu a Consulta Pública Nº 33, instaurada em 5 de julho de 2017, cujo objetivo é o aprimoramento do Marco legal do setor elétrico brasileiro. Conforme anunciado em comunicado, o Ministro de Minas e Energia Fernando Coelho Filho encaminhou à Presidência da República a proposta de Projeto de Lei de Modernização e Expansão do Mercado Livre de Energia Elétrica, que reflete o encerramento da consulta pública.