EPE divulga primeira edição do Plano Indicativo de Gasodutos (PIG) na Rio Pipeline

​O Plano Indicativo de Gasodutos (PIG) da EPE foi divulgado na plenária do último dia (5) da Rio Pipeline 2019. O evento foi uma oportunidade à EPE promover pesquisas que são fundamentais para o novo mercado do gás e para os investimentos no segmento dutoviário.

No estudo em questão, foram analisadas oportunidades de expansão da malha nacional. No evento também foi divulgado o Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural (PIPE). Os relatórios dos estudos estarão disponíveis no portal da EPE a partir do dia 30 de setembro. Além dos trabalhos relacionados a gás, foi apresentado o Plano Indicativo de Oleodutos (PIO), de líquidos, óleos e derivados, o qual a expectativa é de que seja divulgado no próximo ano.

A finalidade das pesquisas é coordenar as decisões dos agentes envolvidos nas atividades econômicas da cadeia do gás natural no país, para ancorar as expectativas e motivar as decisões de investimento dos agentes. Em depoimento durante a inauguração do estande, o diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE, José Mauro Coelho, apontou as perspectivas em relação às pesquisas: "Desde o início (Janeiro), quando nós começamos o trabalho com os transportadores de gás natural, nos comprometemos a fazer o lançamento dos planos da EPE aqui na Rio Pipeline. Estamos cumprindo isso e vamos estar apresentando o plano indicativo de escoamento da região offshore para a costa brasileira. "

Os estudos estão sendo tratados nas apresentações, nas plenárias e nos fóruns de escoamento, mas também nos 11 trabalhos técnicos aprovados na Rio Pipeline. "Não queremos criar ilhas de transporte, mas criar um sistema de transporte integrado. Para isto, a nossa malha de transporte tem que crescer. Se fala muito de escoamento, que é necessário, mas o transporte também é necessário, pois não adianta chegar gás na costa e não conseguirmos colocar este gás na nossa malha de transporte." Anunciou o diretor.

A presença da EPE durante os três dias de evento foi satisfatória para toda a equipe. A interação com o público superou as expectativas. Um exemplo foi o interesse dos presentes nas miniapresentações que ocorreram dentro do próprio estande da EPE, que atraiu muitos visitantes.

Pipeline 1.jpg

Pipeline 2.jpg

Notícias Relacionadas

EPE REALIZA I “WORKSHOP” DO MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA DO CICLO 2020

02/06/2020 - A primeira edição de 2020 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM (Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica) ocorreu no dia 21 de maio por videoconferência.

EPE projeta impactos da Covid-19 no mercado brasileiro de combustíveis

02/06/2020 - Os desdobramentos das medidas adotadas com o objetivo de conter a disseminação da pandemia da Covid-19 provocaram um grande impacto na demanda de combustíveis. Para analisar suas consequências no comportamento do mercado brasileiro, a EPE projetou três trajetórias, de 2020 até 2022, que contemplam hábitos de consumo da população e períodos de isolamento social.

Resenha de Maio reflete impactos da pandemia da COVID-19

29/05/2020 - O consumo de energia elétrica na rede em abril apresentou retração de 6,6% em relação a igual período do ano anterior, refletindo os impactos da pandemia da COVID-19 nas classes de consumo, principalmente, nas classes comercial (-17,9%) e industrial (-12,4%).

EPE publica Instruções para Apresentação de Planejamento dos Sistemas Isolados

28/05/2020 - EPE publica a atualização das "Instruções para Apresentação de Proposta de Planejamento do Atendimento aos Sistemas Isolados". Nesse ciclo de 2020, assim como já realizado no ciclo anterior, as propostas deverão ser submetidas à EPE exclusivamente por meio do Sistema de Acompanhamento dos Sistemas Isolados – SASI, plataforma desenvolvida com o objetivo de automatizar e agilizar os processos de coleta e de análise dos dados de planejamento das distribuidoras.

Heloísa Borges Esteves é eleita Diretora de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE

25/05/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), anuncia a nomeação e posse de Heloísa Borges Esteves como Diretora de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis. Para assumir a nova função da EPE, ela deixa o posto que ocupava à frente da Superintendência de Promoção de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP).