Aprovação da Política de Integridade da EPE

O Conselho de Administração da EPE aprovou no dia 30 de outubro de 2018 a Política de Integridade da Empresa, por meio da DCA nº 02/168ª. A Política de Integridade firma a compreensão, conceito e diretrizes do exercício moral e ético de todos na empresa.

A Política de Integridade, a partir do compromisso assumido de todos, reforça o modus operandis de uma empresa forte, solidária e dinâmica. Trata-se do propósito de sermos a melhor referência no ato de subsídio ao planejamento energético do país, o que acaba por reforçar o nosso papel estratégico de empresa de Estado. Esse importante instrumento normativo corrobora no cumprimento de diversos dispositivos legais, dentre eles: 1) Lei 13.303, de 30 de junho de 2016; 2) Decreto 8.945, de 27 de dezembro de 2016; 3) Resolução CGPAR de nº 18, de 10 de maio de 2016; 4) Instrução Normativa Conjunta nº 1 do Ministério do Planejamento/CGU, de 10 de maio de 2016; 5) Lei nº 12.846 de 01 de agosto de 2013 e 6) Decreto nº 8.420 de 18 de março de 2015.

O compromisso com a Integridade não visa apenas atender aos requisitos legais, mas o de defender a empresa e de estabelecer um novo marco de responsabilidade com a Política Energética do país e, principalmente, com o cidadão, que conta com a nossa responsabilidade e desempenho técnico e ético.

Assim, reforçaremos as Políticas já aprovadas na empresa: a Política de Gestão de Riscos (PDG-COA-008) e a Política de Controles Internos da Gestão e de Conformidade (PDG-COA-009) formando um ambiente Integro e propício à gestão da boa Governança, com controle dos Riscos a partir da eficiência, eficácia e da segurança corporativa.

A Política de Integridade está intrinsicamente ligada aos valores preconizados em nosso Planejamento Estratégico Institucional, assim como serve como instrumento catalisador para o cumprimento de nossa missão e o atingimento de nossa visão de longo prazo, e a observância de nossos objetivos e iniciativas estratégicas relacionadas à governança. O domumento já está  disponível neste link.


Política de INtegridade.png


Notícias Relacionadas

EPE realiza I Workshop do Mercado de Energia Elétrica do ciclo 2019

22/05/2019 - A primeira edição de 2019 do Workshop do Mercado de Energia Elétrica no âmbito da COPAM correu nos dias 09 e 10 de maio. Os encontros promovidos pela COPAM têm como objetivo a troca de experiências e informações entre os agentes e a EPE.

EPE, ONS e ANEEL divulgam revisão 2 da Nota Técnica com Margens de Capacidade para Escoamento de Energia Elétrica para o Leilão A-4/2019

22/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga a revisão 2 da Nota Técnica 0046/2019, do Operador Nacional do Sistema (ONS), contendo os quantitativos da capacidade de escoamento de energia elétrica de todos os barramentos da Rede Básica, DIT (Demais Instalações de Transmissão) e ICG (Instalações Compartilhadas de Geração) indicados pelos empreendedores no Sistema AEGE no ato do cadastramento deste leilão.

EPE publica estudo de expansão da transmissão para as Regiões de Cruzeiro do Sul e Feijó, no Acre

20/05/2019 - Foi finalizado no primeiro trimestre de 2019 o estudo de integração de Cruzeiro do Sul e Feijó ao Sistema Interligado Nacional, elaborado pela equipe da Superintendência de Transmissão de Energia (STE) em conjunto com a Superintendência de Meio Ambiente (SMA).

EPE participa de debate sobre Preços de Liquidação de Diferenças

17/05/2019 - O Workshop Internacional sobre Limites de Preços do Mercado de Curto Prazo, organizado pela ANEEL, aconteceu dia 15 de maio em São Paulo, no auditório da FIESP. O objetivo do encontro era debater a definição de limite do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) no Mercado de Curto Prazo, tema previsto para a Agenda Regulatória 2019-2020. O presidente da EPE, Thiago Barral, participou do painel 1, com o tema “Visão das Instituições Públicas”.

Leilão A-6 de 2019: EPE disponibiliza Informe Técnico sobre Preços de Referência dos Combustíveis para as Usinas Termelétricas

17/05/2019 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza, no link abaixo, o Informe Técnico com as referências de preços de combustíveis para o Leilão de Energia A-6/2019. O Informe Técnico nº 030/2019 apresenta as informações que subsidiam a determinação do Custo Variável Unitário (CVU), que será utilizado na definição da Garantia Física (GF), dos valores esperados do Custo Variável da Operação (COP) e do Custo Econômico de Curto Prazo (CEC) dos projetos termelétricos, com vistas à participação no referido certame.