Agenda Internacional: Atividades e Resultados em 2018 são apresentados pela EPE

A EPE criou em 2018 sua área internacional (Núcleo de Coordenação da Agenda Internacional), como forma de fortalecer e coordenar a atuação da empresa junto a entidades, parceiros e iniciativas internacionais, em linha com o Planejamento Estratégico. Buscou-se, assim, aperfeiçoar a articulação institucional e orientar os esforços de forma eficiente.

Privilegiando a transparência pública, o resultado desse esforço está apresentado no relatório que a EPE disponibiliza no link abaixo, com os principais destaques da atuação da EPE na agenda internacional. Estão identificados os principais parceiros, temáticas e atividades desempenhadas ao longo de 2018, resultando em 30 ações de capacitação, 19 apresentações feitas no exterior e mais de 45 reuniões/eventos com parceiros internacionais no Brasil, com destaque para os temas de energias renováveis, eficiência energética, biocombustíveis, gás natural e energia nuclear.

Entre os destaques, estão os trabalhos com a cooperação alemã, a colaboração com a Agência Internacional de Energia, Plataforma Biofuturo, NREL e Agência Internacional de Energia Atômica. Também se destaca a criação do Fórum Técnico Regional de Planejadores de Energia, com apoio da CEPAL e países latino-americanos, e a articulação brasileira no âmbito das iniciativas globais Mission Innovation e Clean Energy Ministerial.

Dessa forma, o planejamento energético brasileiro sai fortalecido, com maior acesso às melhores práticas e ferramentas disponíveis no mundo e maior projeção internacional das nossas próprias soluções inovadoras para os imensos desafios enfrentados na transição energética que o mundo vive na atualidade.

Você pode acessar e baixar o relatório clicando neste link.

Relatório Agenda Internacional 2018.jpg

Notícias Relacionadas

EPE publica NT sobre Projetos Fotovoltaicos nos Leilões de Energia

24/01/2020 - O documento apresenta um resumo da participação dessa fonte nos leilões A-4/2019 e A-6/2019, discutindo aspectos do cadastramento e da habilitação técnica. A seguir, as principais características técnicas dos projetos são resumidas em uma perspectiva histórica, destacando-se as novidades tecnológicas dos certames mais recentes.

EPE publica o Roadmap Eólica Offshore Brasil

23/01/2020 - Atenta à expansão observada para a fonte eólica offshore no cenário internacional nos últimos anos e às movimentações relacionadas à proposição de projetos eólicos offshore que têm ocorrido no mercado brasileiro, a Empresa de Pesquisa Energética – EPE desenvolveu o Roadmap Eólica Offshore Brasil, estudo inteiramente dedicado a essa fonte.

EPE cadastra 1.528 empreendimentos para o Leilão de Energia Nova A-4 de 2020

21/01/2020 - Foi concluído nesta sexta-feira, 17/01/2020, o cadastramento dos projetos para participação no Leilão de Energia Nova “A-4” de 2020. Anunciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Portaria nº 455/2019, o Leilão está previsto para ser realizado em 28 de maio, com participação das fontes renováveis eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa e hidrelétrica. O início de suprimento dos projetos deverá ocorrer até 1° de janeiro de 2024.

EPE publica o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás do 2º semestre/2019

17/01/2020 - Nesta edição, o Boletim de Conjuntura da Indústria do Óleo & Gás apresenta o Panorama da Arábia Saudita. O texto descreve um breve histórico do desenvolvimento da indústria petrolífera saudita, além de abordar sobre as suas reservas, produção e exportação, e apresentar as principais infraestruturas de gás natural, refino e logística. Além disso, o Panorama discute a dependência do país ao setor de petróleo e os caminhos que o governo saudita tem buscado para diversificar a sua atividade econômica.

EPE, ONS e Aneel divulgam Nota Técnica com Metodologia, Premissas e Critérios para o cálculo das margens do Leilão de Energia Nova A-4/2020

10/01/2020 - A Empresa de Pesquisa Energética - EPE divulga Nota Técnica conjunta com o Operador Nacional do Sistema - ONS (EPE-DEE-RE-0103/2019/ONS NT 135/2019) referentes à metodologia, premissas, critérios e configuração do sistema elétrico