Veículos elétricos ocuparão nichos de mercado, diz diretor da EPE

Veículos elétricos ocuparão nichos de mercado, diz diretor da EPE
Frotas de ônibus, táxis e carros compartilhados deverão guiar demanda. Número de licenciamentos ainda é baixo

PEDRO AURÉLIO TEIXEIRA, DA AGÊNCIA CANALENERGIA, DO RIO DE JANEIRO

Os veículos elétricos no Brasil deverão ficar concentrados em nichos de mercado, como frotas de ônibus, táxis e car sharing, os carros de compartilhamento. De acordo com o diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética, José Mauro Coelho, o país absorveria melhor os veículos híbridos do tipo flex. "Faz mais sentido que a utilização de veículos elétricos em larga escala", afirma Coelho, que participou na última quinta-feira, 1º de fevereiro, do seminário 'RenovaBio – Próximos passos', realizado pela FGV Energia, no Rio de Janeiro (RJ). A nova política do governo federal para os biocombustíveis, o RenovaBio, não atrapalharia o desenvolvimento dos carros elétricos no país.

Ainda segundo Coelho, a entrada de veículos híbridos e elétricos o Brasil ainda é pequeno. Segundo ele, em 2016, de 2 milhões de licenciamentos para carros, apenas 1.091 eram de carros híbridos ou elétricos. Já em 2017, mesmo com o aumento para 2,2 milhões de licenciamentos, os licenciamentos foram para 3.500, ainda um número baixo. "O licenciamento ainda é baixo", observa. O diretor explica que no Brasil a infraestrutura para carros elétricos ainda enfrenta entraves, como uma rede de eletropostos com capilaridade para abastecimento.

Por conta de ter que calcular a projeção da demanda de veículos, a EPE acompanha a Rota 2030, política do Governo Federal para o setor automotivo. Coelho também frisa que muitos países que vem abraçando com intensidade os carros elétricos o fazem por ser uma solução na necessidade de redução de emissões. No caso do Brasil essa realidade é diferente. "Os veículos vão entrar em nichos de mercado e os biocombustíveis vão ter o espaço reservado a eles, mais ainda agora com o RenovaBio", conclui. 

Fonte: CanalEnergia (https://www.canalenergia.com.br/noticias/53050849/veiculos-eletricos-ocuparao-nichos-de-mercado-diz-diretor-da-epe)


Notícias Relacionadas

Em nova publicação, o JornalCana destaca informações da EPE em diversas matérias.

18/04/2018 - Na edição 291 de abril/2018, informações e estudos da EPE estão em temas de destaque nas diversas matérias publicadas.

EPE participa da 3ª Reunião do Comitê RenovaBio

18/04/2018 - O Presidente em Exercício e Diretor de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, José Mauro Coelho, o Consultor Técnico da Área de Biocombustíveis, Rafael Barros Araujo e os Analistas de Pesquisa Energética, Kriseida Alekseev (SPT/DPG) e Dan Abensur Gandelman (DEE/SGE), compareceram no Ministério de Minas e Energia, nessa quarta-feira (18/04), para participar da 3ª Reunião do Comitê RenovaBio.

Presidente substituto da EPE palestra na Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil - Britcham

10/04/2018 - O presidente substituto da EPE - Empresa de Pesquisa Energética e Diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis , palestrou na tarde de terça-feira (10) em um evento promovido pelo Comitê de Energia, Indústria Naval & Offshore da Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil - Britcham.

EPE participa de evento sobre o Planejamento Energético da Matriz Veicular do Brasil

27/03/2018 - O Brasil está incentivando cada vez mais a produção de biocombustíveis e na segunda-feira, 26/03, Recife sediou um evento sobre o planejamento energético da matriz veicular do Brasil, realizado pelo Sindaçúcar e parceiros como FIEPE, Sindalcool e Sonal.

José Mauro, Diretor da EPE, recebe Medalha Tiradentes na ALERJ

19/03/2018 - A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) concedeu na manhã desta segunda-feira (19) em sessão solene no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, a outorga da Medalha Tiradentes ao diretor de estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE - Empresa de Pesquisa Energética, José Mauro Ferreira Coelho.